Brasil se recupera de derrota para Sérvia e bate Irã na Liga Mundial de Vôlei

Mesmo com desfalques, a seleção faz um bom jogo e permanece com a segunda melhor campanha da competição

Brasil se recupera de derrota para Sérvia e bate Irã na Liga Mundial de Vôlei
Foto: Alexandre Loureiro / Getty Images
Brasil
3 1
Irã

Vindo de uma derrota assustadora para a dona da casa Sérvia, com direito a 20 pontos de saque da rival, o Brasil precisava recuperar a confiança e a vibração. Sem a presença de Serginho, Murilo e Lipe, a seleção de Bernardinho desafiava o Irã, com a missão de ganhar e tirar o peso do primeiro tropeço na Liga Mundial.

A vitória brasileira veio por 3 sets a 1. O próximo desafio brasileiro será no sábado (25), às 11h, contra a Bulgária, ainda em Belgrado. Já o Irã enfrentará a dona da casa, Sérvia, também no sábado, às 14h.

O jogo

O primeiro set foi tranquilo para a equipe brasileira, com uma boa distribução, um grande volume de jogo e dois aces do Lucarelli, que era o destaque até o momento, o Brasil não encontrou dificuldade para abrir o placar. Sofrendo para alcançar o marcador, o técnico iraniano pedia aos jogadores agressividade para tentar uma reação. Não funcionou, e o time verde e amarelo seguiu com facilidade para fechar o set em 25/18.

O mesmo não aconteceu na segunda parcial, o set começou mais disputado e o Irã já seguiu na frente no primeiro tempo técnico (8/6). O Brasil sofreu com a recepção e com o bloqueio, facilitando para a equipe adversária. Na frente em quase todo o set, o Irã chegou a abrir quatro pontos (18/14). A equipe brasileira ainda tentou esboçar uma reação e conseguiu empatar (23/23), mas o time iraniano levou a melhor e fechou o set com 26/24, empatando a partida.

A vitória do terceiro set foi de grande importância para a seleção brasileira, o time cresceu nos fundamentos, principalmente no bloqueio, no qual fez três pontos no set, mais do que tinha feito em toda a partida.

A equipe verde e amarela iniciou com uma boa vantagem no placar, já na primeira parada técnica estava com 3 pontos a mais (8/5) e permaneceu a frente durante quase todo o set. Chegou ao fim da parcial com uma distância de oito pontos no placar, fechou em 25/16.

O último set foi o melhor do Brasi na partida. Abrindo 5 pontos na primeira parada obrigatória (8/3), a equipe dominou a parcial e mesmo com os esforços do Lozano, fazendo substituições, tentando se aproximar no placar, a equipe brasileira jogava com facilidade, não demorou para abrir sete pontos (16/9).

Com Maurício Borges mostrando uma ótima forma física e todos os seus recursos, o time ia se aproximando do resultado final. A parcial ficou em 25/17 para o Brasil, que levou mais uma vitória na Liga Mundial, 3x1 contra o Irã.