Bicampeãs olímpicas, Sheilla e Fabiana se despedem da seleção

A oposta Sheilla e a central Fabiana anunciaram a aposentadoria da seleção brasileira após a derrota para a China, que eliminou o Brasil dos jogos olímpicos do Rio

Bicampeãs olímpicas, Sheilla e Fabiana se despedem da seleção
Photo: Agência Reuters

O clima ontem no Maracanãzinho foi de despedida em dose dupla. Após a derrota para a China que eliminou as brasileiras dos Jogos Olímpicos do Rio 2016, Fabiana e Sheilla anunciaram a aposentadoria da seleção.

''É minha despedida da seleção, não queria sair desse jeito. Fiz de tudo para a gente tentar o tri olímpico, mas, infelizmente, não deu. Então, estou muito triste. Não sei se é minha maior tristeza na minha carreira, mas, realmente, estou muito triste. Em 2014, eu já tinha meio que decidido sair junto com a Fabi. Mas o Zé pediu para continuarmos até 2016, para tentar trazer o tri olímpico para casa. Valeu muito a pena esses dois anos, não me arrependo de nada e lutei com todas minhas forças. Infelizmente, não deu'', disse Sheilla visivelmente emocionada.

A oposta brasileira, de 33 anos, ainda comentou sobre surgimento de novas jogadoras para sua posição após se retirar das quadras com a camisa da seleção.

''Mas estou aqui há 14 anos. Consegui várias coisas pela seleção, satisfações pessoais e acho que consegui trazer coisas boas para o Brasil. Acho que, para mim, deu. Precisam surgir outras jogadoras na minha posição e acho que, só a partir do momento que eu sair, é que isso vai ser forçado'', completou.

Já a capitã Fabiana, de 31 anos, também demonstrou tristeza por estar se despedindo com uma derrota.

''Não sei o que falar agora. A minha ficha não caiu ainda. Estou um pouco abobada. Não consigo falar sobre o jogo. A única coisa que eu não posso deixar de fazer é exaltar a nossa equipe. Por ser meu último ano na seleção, eu não gostaria de ter saído assim. Eu queria ganhar medalha.'', afirmou a central brasileira.

Fabiana e Sheilla estréiam na seleção brasileira principal em 2002. De lá para cá são 14 anos defendendo o Brasil com inúmeros títulos, entre eles sete Grand Prix e duas medalhas de ouro, em Pequim em 2008 e Londres em 2012.