Sassá comemora título Carioca no vôlei: "Fizemos história no Fluminense"

Ponteira falou sobre a felicidade de conquistar o título do Carioca e já pensa na Superliga deste ano

Sassá comemora título Carioca no vôlei: "Fizemos história no Fluminense"
(Foto: Mailson Santana/Fluminense)

O Fluminense venceu o Rexona por 3 sets a 2 na noite desta quinta-feira (29), no Tijuca Tênis Clube, e se consagrou campeão do Campeonato Carioca de vôlei. Diante de um dos melhores times atualmente, o tricolor conseguiu grande virada e levou a taça para casa. Após a conquista, a ponteira Sassá conversou com a VAVEL Brasil e expressou sua felicidade pela vitória, além de falar sobre o investimento no esporte feito pelo Flu e a Superliga.

Aos 33 anos, Sassá chegou ao Fluminense em julho e, junto com o novo time formado para a Superliga de 2016, conseguiu superar o poderoso Rexona, vencendo de virada e conquistando o título do Campeonato Carioca. A atleta e capitã, que foi campeã olímpica em Pequim 2008, mostrou sua felicidade e emoção pelo título.

"É emocionante, a gente sabe a dificuldade que é vencer o Rexona, vencer o Bernardinho. Trabalhamos muito para chegar no nível que chegamos hoje. Ainda temos que melhorar muita coisa, conseguimos evoluir no saque, que não foi um aspecto bom no último jogo. Elas não jogaram com tanto passe na mão, então isso nos ajudou bastante. A equipe está de parabéns, nos superamos em vários momentos do jogo, fizemos história no Fluminense e agora é só curtir esse título", disse a ponteira.

Em período olímpico, o investimento no esporte aumentou e isso gerou frutos ao Fluminense, que agora conquista um título em uma modalidade importante como o vôlei. Sassá também falou sobre o assunto, agradecendo ao investimento e sonhando com o futuro. "O Fluminense está de parabéns pelo apoio ao vôlei, conseguiram o acesso na Superliga B no ano passado e tenho certeza que, com a crise e tudo, fizeram um esforço enorme para ter uma equipe competitiva que representasse bem o clube na Superliga. Temos que agradecer, isso só ajuda o esporte a crescer, mostra ainda mais que o vôlei é o segundo maior esporte do país e vem crescendo cada vez mais e todos estão de parabéns por essa festa", afirmou.

O ano de 2016 será de eleições no Fluminense. Com projetos diferentes, a preocupação para os esportes olímpicos é que o investimento mude. A ponteira tricolor preferiu pensar positivo e focar no presente: "Acho que não precisamos pensar nisso agora. Temos uma equipe competitiva e, para o projeto se manter nós temos que conseguir conquistar nossos objetivos dentro do campeonato porque sabemos o quanto é difícil ter um apoio, ter um patrocínio. Então temos que lutar para conseguir os objetivos e torcer para que o projeto continue e que se estenda por um tempo".

A Superliga 2016/17 começará no dia 27 de outubro e, após conseguir o acesso na última temporada, o Fluminense já planeja fazer um bom campeonato. "Muita dedicação, superação. Não preciso nem falar, acho que nós demonstramos muita coisa no jogo hoje. É crescer no entrosamento, conhecer uma a outra. Ainda temos muita coisa para mostrar", afirmou Sassá.