Fluminense vira contra Rio de Janeiro e é campeão estadual feminino de Vôlei

Time das Laranjeiras destronou o eneacampeão da Superliga, o Rio de Janeiro, e conquistou o título Carioca; o tricolor volta nesta temporada para a principal competição nacional após 25 anos longe

Fluminense vira contra Rio de Janeiro e é campeão estadual feminino de Vôlei
(Foto: Mailson Santana/ Fluminense FC)

A Olimpíada acabou e o calendário do vôlei nacional voltou à rotina. A final Carioca feminina entre os times do Rio de Janeiro e Fluminense aconteceu nesta quinta-feira (29) às 20h (Brasília), no Ginásio do Tijuca Tênis Clube. Em um jogo digno de decisão, o tricolor foi vitorioso em 3 sets a 2 (25/23, 13/25, 21/25, 25/20 e 16/14) e levantou essa taça.

O Rio de Janeiro buscava o seu 13º título consecutivo do Estadual, vinha de uma vitória contra o Fluminense, nessa terça-feira (27) na quadra das Laranjeiras por 3 a 0, era o favorito. As tricolores que retornaram a principal competição nacional de vôlei esta temporada, após 25 anos distantes, fazem um trabalho intenso para alcançarem grandes resultados. Logo, a primeira resposta apareceu hoje, na conquista da 25ª taça do Carioca.

O Fluminense entrou com muita vontade de jogo, apoiadas pela torcida que cantava cada vez mais alto, as meninas conseguiram abrir quatro pontos de vantagem, 9 a 5. A líbero Fabi tentava ser o ponto de tranquilidade do time do Rio. Ela era o nome da defesa, porém a experiência do outro lado da quadra sabia aproveitar o melhor momento tricolor. A ponteira Sassá ditava qual o caminho que o Fluminense deveria seguir.

O time de Bernardinho conseguia equilibrar a primeira parcial e passar a frente. Ambos os comandantes utilizavam de suas jogadas técnicas para fechar o set. Contudo, foi em um ponto de bloqueio de Sassá que encerrou este tempo, 25/23.

Defendo o título, o Rio de Janeiro não queria entregar este Estadual com tamanha facilidade. A ideia foi forçar o saque e optar por ataques mais precisos, dessa maneira conseguiram abrir cinco pontos de vantagem. O Rio se mostrava ser àquela equipe experiente e fria em decisões, virava as bolas, pouco errava. As meninas empataram a parcial, fechando este set em 25/13.

Sem desanimar, as tricolores reagiram no terceiro set e não deram espaço para o time comandado por Bernadinho, o técnico ia à loucura ao lado da quadra. Aos gritos do treinador, as meninas do Rio responderam e encostaram novamente no placar. O jogo esquentava, os nervos de um final se exaltavam e com muitas reclamações, este set chegava ao fim, 25/21 para o Rio

Veteranas de time, as jogadoras Gabi e Monique tentavam virar as bolas, porém a defesa tricolor estava bem montada. A equipe de Laranjeiras forçava as jogadas em busca de um tie-break para manter acessa a esperança do título. Com 10 a 3 nesta parcial, a partida caminhava para o quinto set e a torcida tricolor inflamava o Ginásio do Tijuca. Por fim, terminou o quarto set, 25/20.

O set desempate do título chegou. Foi de virada, após o Rio abrir 4 a 1 na decisão que o Fluminense empatou e aproveitou os erros do time campeão da Superliga 2015/16 para alcançar o match point. A bola bateu ao chão após o saque da central Lara que garantiu o título Estadual ao fechar o último set por 16/14. Preparem-se o time de vôlei do Fluminense Football Club se apresenta para a temporada 2016/17 já com um título em mãos.