Rexona-Sesc apresenta seus times masculino e feminino para a temporada 2016/17

Em uma manhã festiva, as equipes do Rexona-SESC, feminina, e SESC-RJ, masculina, participaram de um evento para início da temporada

Rexona-Sesc apresenta seus times masculino e feminino para a temporada 2016/17
As equipes masculina e feminina do Rio de Janeiro (Foto: Cássia Moura/VAVEL Brasil)

A cidade do Rio de Janeiro tem paixão pelo vôlei. Neste sábado (1º), os fanáticos pelo esporte receberam um grande presente, a apresentação de um time masculino para representá-los na Superliga B. O evento aconteceu nesta manhã, no SESC-Tijuca, com uma bela festa.

A jornalista Fernanda Gentil fez a condução da cerimônia, podia-se ver em seu rosto a alegria desta parceria que visa estimular a prática esportiva entre crianças e adolescentes a partir da criação de equipes de alto rendimento. Na torcida, alunos do projeto que foram convidados para terem a oportunidade de conhecer os grandes ídolos.

Primeiramente, os discursos formais, do vice-presidente de vendas da Unilever, Júlio Campos e do representante do Fecomércio Orlando Diniz. Ambos declararam estar encantados com o projeto que tem como base o esporte que reflete na educação e saúde dessas crianças. Em seguida, foi a vez dos dois técnicos se pronunciarem.

O multicampeão Bernadinho exaltou a importância deste apoio do SESC para o time feminino, o Rexona completa 20 anos da formação da sua primeira equipe e desde o início se mantem entre os maiores vencedores do esporte. O técnico disse que conseguiu montar um time competitivo, pois a temporada será dura. Bernardinho fez questão de afirmar que o esporte é um elemento de transformação, que neste caso atingirá 12 mil crianças.

O time do Rexona-SESC, comandado por Bernardinho (Foto: Cássia Moura/VAVEL Brasil)
O time do Rexona-SESC, comandado por Bernardinho (Foto: Cássia Moura/VAVEL Brasil)

O comandante do time masculino, Giovane Gávio lembrou que o sonho virou uma realidade. A construção do SESC-RJ é um dos legados olímpicos da cidade e concordou com o treinador Bernardinho ao dizer que o esporte é uma das válvulas da sociedade. Giovane fez questão de convidar à todos para participarem deste momento.

O time do SESC-RJ, comandado por Giovane Gávio (Foto: Cássia Moura)
O time do SESC-RJ, comandado por Giovane Gávio (Foto: Cássia Moura)

Após a apresentação de ambas as equipes e a execução do hino nacional, os jogadores montaram uma equipe mista. Os times branco e azul realizaram um jogo festivo, porém a brincadeira foi séria. Dos dois lados da quadra, foi possível desfrutar de uma partida com grandes rallys e qualidade, contudo o que mais havia era a alegria. Como tudo hoje era celebração, o juiz apitou o fim quando o placar marcava 14 a 14. Que tudo continue assim, pois o Rio de Janeiro só agradece.