Forte calor no Mundial de Vôlei chama atenção e pode ser problema

Após o primeiro dia do Mundial de Clubes, que está sendo disputado no Ginásio Divino Braga, alguns treinadores reclamaram do forte calor, a temperatura passou dos 35°C

Forte calor no Mundial de Vôlei chama atenção e pode ser problema
Foto: Mourão Panda/Gazeta Press

O calor, superior a 35°C, no Ginásio Divino Braga, em Betim, gerou reclamações dos treinadores no primeiro dia do Mundial de Clubes Masculino. O técnico russo do Zenit, campeão olímpico em Londres 2012, Vladimir Alekno, afirmou que, mesmo com uma vitória bastante tranquila por 3 sets a 0 sobre o time egípcio Talaea El Gaisk, a alta temperatura atrapalhou um pouco o rendimento de seus atletas em quadra.

Alekno disse ainda que fará uma reclamação formal à Federação Internacional de Vôlei (FIBV) sobre a alta temperatura. O treinador da equipe adversária, Sherif El Shermerly, também estranhou a falta de ar condicionado no ginásio. Caso a reclamação feita seja aceita pela Federação, podemos ter uma mudança para a Arena Minas, em Lurdes.

O Cruzeiro, que vai em busca do tricampeonato mundial, minimizou as reclamações e afirmou que está focado apenas em jogar. Na sua estreia diante o Taichung Bank Club, teve um jogo tranquilo e ganhou por 3 sets a 0.

Os próximos jogos do Mundial de Clubes Masculino acontecem até domingo (23), dia da grande final. Nesta quarta-feira (19), o Bolivar venceu o UPCN por 3 a 0 e o Tentino ganhou pelo mesmo placar o Minas. Nesta noite, às 19h (horário de Brasília) o Cruzeiro enfrenta o Tala'ea El-Geish. 

Nessa quinta-feira (20), terceiro dia de Mundial, às 15h (horário de Brasília), o Tala'ea El-geish joga com o Taichung Bank, às 17h30 o Trentino encara o Bolívar e às 20h o Cruzeiro joga com Zenit Kazan. Antes das partidas decisivas que começam no sábado, na sexta-feira (21), o Zenit Kazan enfrenta o Taichung Bank às 15h e depois, às 17h30 o Bolívar joga com o Minas Tênis Clube. Para fechar o dia, às 20h, o UPCN San Juan disputa com Trentino.