Sada/Cruzeiro vence Bolívar de virada e vai enfrentar Zenit na final do Mundial

Time mineiro vai para sua quarta final em cinco anos e tenta triunfar sobre o rival russo novamente

Sada/Cruzeiro vence Bolívar de virada e vai enfrentar Zenit na final do Mundial
Cruzeiro vence de virada o Bolívar e vai a final do mundial contra o Zenit Kazan

Nesse sábado (22), foram definidos os finalistas do Mundial de Clubes de Volêi Masculino. Na segunda semifinal do dia, o Sada/Cruzeiro encarou o Bolívar-ARG em confronto sul-americano. Em duelo com ótimo primeiro set dos argentinos e outras três parciais de bom nível, prevaleceu quem foi melhor por mais tempo. Desta forma, os brasileiros venceram por 3 sets a 1, parciais de 21/25, 25/15, 25/15 e 25/19.

Com isso, o Sada/Cruzeiro chegou a sua quarta final em cinco anos. Inclusive, a decisão deste ano repetirá os adversários de 2015, já que o Zenit Kazan também se classificou. As equipes se encontram às 16h15 neste domingo (23).

O jogo

O Bolívar começou o confronto melhor, com a recepção e a defesa garantindo bem a vantagem. A equipe seguiu bem segura ao longo do jogo, enquanto o Sada/Cruzeiro demonstrou dificuldades no bloqueio, não conseguindo nenhum ponto no quesito ao longo do set. Com isso, quem saiu na frente foi o time argentino, que ganhou por 25 a 21.

Na segunda parcial, os brasileiro melhoraram no passe e voltaram a ter uma boa dinâmica no ataque com Leal e Simon. Graças à alguns erros dos argentinos, o placar se dilatou e os mineiros conseguiram fechar o set por 25 a 15.

Durante o terceiro set, o que se viu foi o Sada/Cruzeiro muito confiante. Isto se traduziu em um saque bem encaixado, quebrando totalmente a recepção do adversário, e em ataque fluído, que fez com que o sistema defensivo do Bolívar não tivesse chance. A equipe conseguiu repetir o placar da segunda parcial e fechou em 25 a 15.

Já no derradeiro set, o Sada/Cruzeiro manteve o ritmo de ataque muito rápido e de muitas variações, enquanto o Bolívar tentava de alguma maneira se recuperar. Os argentinos até conseguiram equlibrar um pouco, porém, quem acabou vencendo foram os brasileiros, fechando o jogo em 25 a 21.

Na outra semifinal...

O outro lado da chave, o Zenit Kazan conseguiu vencer o Trentino em duelo de europeus. Os russos repetiram o resultado da última final em que as equipes se encontraram e venceram por 3 sets 0, com parciais de 25/18, 25/23 e 25/18. Agora, o Zenit tentará, mais uma vez, o inédito título mundial. Enquanto isso, o Trentino vai para a disputa do terceiro lugar contra os argentinos do Bolívar.