Vôlei Nestlé vence São Caetano na estreia da Superliga

Paulistas chegaram a perder um set, mas recuperaram a atenção e fecharam o jogo em 3 a 1

Vôlei Nestlé vence São Caetano na estreia da Superliga
Foto: Divulgação/CBV

Em reedição de uma das semifinais do Campeonato Paulista de Vôlei deste ano, o Vôlei Nestlé venceu o São Cristóvão Saúde/São Caetano por 3 a 1, neste sábado (29), no Ginásio José Liberatti, marcando a estreia das duas equipes na Superliga 2016/2017. Com parciais de 25/18, 25/22, 22/25 e 25/20, as meninas do Osasco conquistaram os primeiros três pontos da competição, em jogo que teve a aniversariante da semana Camila Brait com o troféu VivaVôlei.

A equipe do Osasco começou o jogo de forma avassaladora, chegando a abrir 10 a 2 no placar. No entanto, depois de alguns erros na recepção, viu as visitantes diminuirem para 15 a 13. Com o placar mais apertado, o poder decisivo de Paula e Tandara cooperaram para que o time não abaixasse o tom e fechasse o primeiro set em 25 a 18.

Para a segunda etapa, o São Caetano não permitiu que o Osasco abrisse logo uma diferença grande, como aconteceu no anterior, e chegou a fazer 12 a 8 nas donas da casa. Nesse momento, Bia foi para o saque, dificultou a recepção adversária, auxiliou no mesmo fundamento da sua equipe, com pelo menos duas boas defesas, e viu o Osasco empatar em 12 a 12. Mesmo com o São Caetano tentando se firmar na partida, não deu outra, e o Osasco concluiu o segundo set em 25 a 22.

As visitantes foram crescendo no jogo. Depois de um primeiro set fraco e um seguinte mais equilibrado, o São Caetano viu diante de si um set que poderia decretar logo sua derrota. Apesar de realmente não ter conseguido evitar, imprimiu mais força no terceiro set, que seguiu equiparado até o placar registrar 18 a 18. A partir daí, o São Caetano abriu quatro pontos, 24 a 18, e mesmo o Osasco encostando em 24 a 22, não conseguiu evitar a vitória das visitantes em 25 a 22.

O jogo caminhou para o quarto set, momento onde a partida pode se definir ou quem está atrás do placar pode ganhar uma sobrevida e levar para o tie-break. Estendendo o ritmo do set anterior, o São Caetano até manteve um equilíbrio no placar com o Osasco nos pontos iniciais, mas o jogo acabou mesmo se definindo, e as donos da casa concluíram o set em 25 a 20.

Mesmo com a derrota, a ponteira Fernanda Tomé, do São Caetano, foi a maior pontuadora da partida. Do outro lado, pelo Osasco, Camila Brait levou o VivaVôlei, com a melhor atuação do jogo. A líbero analisou a performance da equipe, pontuando a queda de rendimento no terceiro set, vencido pelas visitantes.

 "Jogamos muito bem os dois primeiros sets, mas no terceiro perdemos a concentração. Caiu o rendimento em todos os fundamentos. Precisamos melhorar nesse aspecto e nunca acharmos que o jogo está ganho. Fica uma lição para que o time entre atento do início ao fim da partida. Com a nossa queda, elas cresceram e jogaram bem, com passe na mão, o que tornou nossa vitória ainda mais difícil. O importante é que fizemos 3 a 1 e conquistamos os três pontos", disse a líbero. 

A caminhada das duas equipes segue na Superliga. O Osasco enfrenta o Pinheiros, novamente no Ginásio José Liberatti, no dia 04 de novembro, às 21h30. Já o São Caetano tem outro duelo fora de casa, mas contra o Camponesa/Minas, também no dia 04, às 20h, na Arena Minas.

Brasília vence Pinheiros fora de casa 

Quem também estreou muito bem na Superliga 2016/2017 foi o Terracap/Brasília, que venceu o Pinheiros por 3 a 0, em São Paulo. Na próxima rodada, o Brasília recebe o Sesi-SP, em partida marcada para o dia 5 de novembro, às 18h. Um dia antes, o Pinheiros visita o Osasco, às 21h30.

Foto: Divulgação/CBV
Foto: Divulgação/CBV

O primeiro set foi bastante disputado, com as brasilienses fechando em 26 a 24. No segundo, não deram chances às paulistas e terminaram com 10 pontos de frente, em 25 a 15. Apesar do set que encerrou a partida ter sido mais equilibrado, as visitantes venceram por 25 a 23, marcando um belo começo da equipe de Anderson Rodrigues fora de casa. O treinador comentou e parabenizou a equipe pelo desempenho.

Tivemos um trabalho muito bom. Soubemos sair de algumas dificuldades durante a partida e a equipe está de parabéns. Agora é hora de voltarmos a trabalhar, pois temos o Sesi-SP em casa no próximo sábado”, analisou o Anderson.

A maior pontuadora do confronto foi a central Roberta, do Brasília, com 20 acertos, e pela mesma equipe, a levantadora Macris levou o troféu VivaVôlei. Com a camisa do Pinheiros, quem mais pontuou foi a oposta Bárbara, com 18 ao todo.