Resultado Brasil x Venezuela pela decisão do Sul-Americano de Vôlei (3-0)

Resultado Brasil x Venezuela pela decisão do Sul-Americano de Vôlei (3-0)
Brasil
3 0
Venezuela
Brasil: Bruno, Wallace, Lucarelli, Maurício Souza, Maurício Borges, Lucão. Líbero: Thiago Brendle. Técnico: Renan Dal Zotto.
Venezuela: González, Rodríguez, Valencia, Carrasco, Verdi, Fayola. Líbero: Mata. Técnico: Ronald Sarti.
Placar: 1-0, 25/21. 2-0, 25/6. 3-0, 25/18.
INCIDENCIAS: Partida válida pela decisão do torneio Sul-Americano de Vôlei Masculino, a ser realizado no Centro Olímpico de Santiago, Chile.

Encerramos, com título, mais um tempo real de vôlei na Vavel Brasil. Obrigada pela sua companhia e boa noite! 

Brasil celebra título sul-americano contra a Venezuela (FOTO: Max Montecinos via Voleysur)

O Brasil termina o Sul-Americano de 2017 com cinco vitórias em cinco jogos e nenhum set perdido!

Este é o primeiro título da Seleção Masculina de Vôlei sob o comando de seu novo treinador.

Com a conquista, a Seleção de Renan Dal Zotto está classificada para o Campeonato Mundial de 2018.

A Seleção Brasileira conquista seu 31º título de Sul-Americano!

25/18: O BRASILLLLLLLL É CAMPEÃÃÃÃOOO!!!!

24/18: Renan se afoba e invade por cima.

24/17: Toque na rede do bloqueio da Venezuela. Brasil tem match point!

Otávio em quadra.

23/17: Primeiro toque na bola é ponto! Rapha chama Renan e oposto vira!

Renan Buiatti e Rapha em quadra.

22/17: Chutada de meio com Verdi, bonito ponto da Venezuela.

22/16: Bruninho chama jogada rápida de meio com Maurício Souza.

21/16: Wallace saca na rede.

21/15: LUCARELLI! Melhor do Brasil no terceiro set.

Mais um tempo pedido pelo treinador venezuelano.

20/15: Mais uma bola linda de Bruno para Lucarelli!

19/15: Central Valencia roda novamente. Venezuela tenta sobreviver na partida.

19/14: WAAAALLACE!!! Que bola do nosso oposto!

18/14: Lucarelli acha linda diagonal funda.

17/14: Belo ataque de Valencia pelo meio, sem defesa.

Ronald Sarti pede tempo. Brasil está a oito pontos do título!

17/13: ACEEEEE DO BRASILLLL! A rede é brasileira! Saque de Maurício Borges beija a fita e cai na quadra adversária!

Parcial equilibrada até aqui, Rodríguez vem mantendo a seleção venezuelana no jogo. Brasil chega ao segundo tempo técnico com vantagem de três pontos.

16/13: Erro de ataque da Venezuela e Brasil abre três!

15/13: LUCARELLI DE SEGUNDA!!!

14/13: Maurício Borges consegue bom passe, Bruno chama Lucão e central vira.

13/13: Verdi saca flutuante, Maurício Borges falha na recepção.

13/12: Pancada de Emerson Rodríguez na diagonal, explode no peito de Bruninho e vai pra arquibancada.

13/11: Bruninho chama Lucarelli pela saída de rede e ponteiro gira o braço.

12/11: Rodríguez vira mais uma pra Venezuela.

12/10: Brasil amplia vantagem para dois pontos.

11/10: Brasil passa a frente com belo saque de Maurício Souza.

10/10: Bruninho repete jogada e dessa vez oposto brasileiro não desperdiça.

9/10: Wallace busca paralela mas força demais e erra.

9/9: Lucarelli empata.

8/9: Verdi bloqueia Maurício Souza. Venezuela passa à frente.

8/8: Velázquez chama Valencia no tempo atrás e central vira.

Brasil chega ao primeiro tempo técnico da parcial com a vantagem mínima.

8/7: Lucarelli entrega passe dificílimo na mão de Bruno, que chama Maurício Souza pelo meio.

7/7: Rodríguez de novo! Camisa 5 é o destaque da parcial até aqui!

7/6: Emerson Rodríguez encontra brecha no bloqueio brasileiro e vira mais uma.

7/5: Lucão saca pra fora.

7/4: Que bola linda de Wallace! Com muita categoria, oposto brasileiro explora mão de fora do bloqueador venezuelano.

6/4: BLOOOOOCK DO BRASILLLLLL!!! WALLACE!

5/4: Linda bola de Emerson Rodríguez na diagonal funda.

5/3: Lucarelli dá bela largadinha e encobre bloqueio duplo.

4/3: Lucão pelo meio! Bola muito veloz!

3/3: Rodríguez explora bloqueio brasileiro e vira novamente pros venezuelanos.

3/2: Bruninho força o saque e bola não volta.

2/2: Wallace ataca bela bola na paralela!

1/2: Fayola explora bloqueio duplo brasileiro e roda.

1/1: Brasil empata.

0/1: Primeiro ponto do set é da Venezuela.

Brasil está à um set de seu 31º título de Sul-Americano.

Segundo set foi uma aula de voleibol do Brasil. Todos os fundamentos funcionaram, principalmente a relação saque-bloqueio-defesa. Lucão foi o principal destaque da parcial.

25/6: BRASIL FECHA! Erro de saque venezuelano!

24/6: Brasil erra o saque.

Set point pro Brasil!

24/5: BRUNINHO FAZ LEVANTAMENTO LINDO COM UMA DAS MÃOS, COLADO NA REDE! Aula do levantador brasileiro!

23/5: Fayola bloqueia Wallace na saída de rede!

23/4: Bruno chama Maurício Souza em bola rápida e central crava!

22/4: Venezuela consegue seu quarto ponto, explorando bloqueio brasileiro.

Seis pontos de bloqueio do Brasil nesse set.

22/3: MAIS UM BLOOOOOOOCK!! Maurício Souza de novo!!

21/3: Toque na rede do bloqueio venezuelano.

20/3: Fayola ataca quase na placa de publicidade! Venezuela perdida!

19/3: BLOOOOOOOCK DO BRASILLL!!! MAURÍCIO SOUZA!

18/3: Lucarelli roda o braço pela entrada de rede. Ponto do Brasil!

17/3: Fayola pela pipe, adversário roda.

17/2: Passe na mão de Bruno, que chama Lucão! Central brasileiro com altíssimo aproveitamento.

16/2: Bruninho erra o saque e Venezuela finalmente sai do "um" no placar.

Brasil voltou do primeiro set com uma postura muito agressiva, encarando o confronto com extrema seriedade. Atuais campeões olímpicos vão dando aula de voleibol nesta segunda parcial!

16/1: Seleção da Venezuela perdida em quadra, Arias erra bola de cheque fácil.

15/1: Arias tenta tirar demais do bloqueio brasileiro e ataca pra fora.

14/1: LUCÃO NO BLOOOOOOOOCK!! QUE SHOW DO BRASIL!!

13/1: Toque na rede do bloqueio venezuelano.

12/1: MAIS UM BLOCK DO BRASIL!!! Rodríguez fica no simples de Maurício Borges.

11/1: Erro de ataque da Venezuela.

Treinador venezuelano pede tempo novamente. Brasil abre nove!

10/1: MAIS UM BLOCK DE LUCÃO! O central está demais neste fundamento!

9/1: BLOOOOOOOOCK DO BRASILLLL!! LUCÃO NO SIMPLES!!

Brasil chega ao primeiro tempo técnico com folga no placar.

8/1: WAAAAAAAALLACE!!! Lucarelli fez levantamento incrível de manchete, do fundo de quadra, e oposto virou!

7/1: Maurício Borges!!! Brasil aproveita mais um contra-ataque!

6/1: LINDO PONTO DO BRASIL! WALLACE!

5/1: Bruno chama Wallace pela saída de rede e oposto desce o braço!

4/1: Rodríguez marca o primeiro ponto da Venezuela na parcial.

Ronald Sarti pede tempo e para o jogo.

4/0: ACEEEEEEEE DO BRASILLLLL!! Maurício Souza!!

3/0: Grande rally termina com ponto de Maurício Borges na saída de rede!

2/0: OUTRO BLOCK DO BRASIL!!! González não consegue superar duplo montado.

1/0: BLOOOOOOOCK DO BRASILLLL!!

VAI COMEÇAR O SEGUNDO SET!

Seleção Brasileira começou a partida muito bem, se impondo e abrindo larga vantagem. Porém, na reta final do set, a Venezuela se aproveitou de inúmeras desatenções brasileiras e pressionou na parcial.

25/21: FINALMENTE! Bruninho chama Lucão e central crava!

24/21: Novo erro da Seleção de Renan Dal Zotto, Maurício Borges ataca pra fora. 

24/20: Brasil comete infração na rede com Maurício Borges.

24/19: Equipe adversária salva o primeiro.

24/18: Venezuela erra o ataque e Brasil tem set point.

23/18: Arias não consegue repetir bom saque e fica na rede.

22/18: Belíssimo saque de Arias, linha de passe brasileira não conseguiu colocar pra cima. Venezuela encosta!

22/17: Mais uma infração do bloqueio brasileiro. Toque na rede de Maurício Borges.

Rapha e Renan Buiatti em quadra.

22/16: UFA! Brasil roda com erro de saque de Valencia.

Momento ruim do Brasil obriga Renan Dal Zotto a pedir tempo.

21/16: Mais um erro do Brasil, ataque de Lucarelli na antena.

21/15: Bloqueio brasileiro comete infração na rede.

21/14: Venezuela roda.

21/13: Bruninho chama Maurício Souza em bola rápida pelo meio.

20/13: Lucão força demais e erra o saque.

20/12: Seleção venezuelana comete infração, quarto toque.

19/12: Venezuela retribui o presente e também fica na rede no saque.

18/12: Maurício Borges erra o saque.

18/11: Wallace consegue rodar pro Brasil.

17/11: Mais um bloqueio venezuelano, simples de González em cima de Maurício Borges.

17/10: Lucarelli fica no bloqueio.

17/9: Líbero Mata faz belo levantamento para González, que explora bloqueio brasileiro e roda pra Venezuela.

17/8: Passe na mão de Bruninho e o levantador chama Lucão, que vira.

16/8: Brasil erra combinação de jogada.

Brasil chega ao segundo tempo técnico com larga vantagem.

16/7: Pequeno rally termina com belo ponto de Lucarelli pela pipe.

15/7: Belo ataque de González pela pipe.

15/6: Arias busca diagonal, mas erra.

14/6: Mais um erro de saque da Venezuela.

13/6: Levantador chama Edson Valencia pelo meio e bloqueio brasileiro não consegue achar ataque do central.

13/5: Belo ataque de Wallace na saída de rede.

12/5: Thiago Brendle faz defesa milagrosa, mas bola volta de graça pra Venezuela e González vira.

12/4: Lucão erra o saque.

12/3: Mais um saque maravilhoso de Lucão, bola voltou de graça e Brasil trabalhou bem o contra-ataque.

11/3: ACEEEEEEEE DO BRASILLLL! LUCÃO!

Brasil abre sete e Ronald Sarti pede tempo.

10/3: BLOOOOOOCK DO BRASILLL!!! Maurício Souza!

9/3: Bruninho chama Maurício Souza pelo meio e central roda!

Seleção Brasileira chega à parada técnica vencendo por cinco de vantagem.

8/3: Lucarelli recebe bola ruim de Bruninho mas faz milagre!

7/3: Rodríguez consegue consertar levantamento ruim e explora bloqueio brasileiro.

7/2: Central Valencia erra ataque na pequena diagonal.

6/2: Mais um erro de saque da seleção venezuelana.

5/2: Venezuela consegue rodar com Rodríguez, pela entrada de rede.

5/1: Fayola erra o saque.

4/1: Venezuela consegue seu primeiro ponto com Fayola.

4/0: Bruninho chama Wallace e oposto vira mais uma pro Brasil.

3/0: Maurício Borges explora bloqueio venezuelano e marca o terceiro ponto brasileiro.

2/0: BLOOOOOOOCK DO BRASIL!!! Lucão!

1/0: Primeiro ponto é do Brasil! Erro no ataque de Fayola!

Ginásio do Complexo Olímpico em Santiago recebe ótimo público. Muitos brasileiros nas arquibancadas.

VENEZUELA ESCALADA:
González, Rodríguez, Valencia, Carrasco, Verdi, Fayola, Mata (L).

BRASIL ESCALADO:
Bruno, Wallace, Maurício Souza, Lucão, Lucarelli, Maurício Borges, Thiago Brendle (L).

Hino Nacional Brasileiro sendo executado.

A Venezuela chegou entre os quatro primeiros em todas as edições de Sul-Americano que participou.

Hino Nacional da Venezuela sendo executado.

Começa o protocolo oficial! As duas seleções entram em quadra!

Mais cedo, Argentina e Chile disputaram a medalha de bronze do torneio. Liderados pelo capitão De Cecco, os argentinos foram superiores e venceram os donos da casa por 3 sets a 0: 25/18, 25/22, 25/21.

As duas seleções já estão em quadra fazendo o trabalho de aquecimento!

Boa noite, fã de vôlei! 20 minutos para começar a grande decisão do Sul-Americano de Vôlei Masculino. Brasil e Venezuela se enfrentam, a partir das 21h30, valendo título. 

Venezuelanos comemoram vitória contra argentinos na semifinal (FOTO: Max Montecinos via CSV)

Em um jogo emocionante e de grandes alternâncias, os venezuelanos bateram os argentinos por 3 sets a 2, após estarem perdendo por 2 sets a 1: 26/24, 15/25, 24/26, 26/24 e 15/13.

Apesar de já ter vencido a adversária da decisão durante o torneio, a missão brasileira não deve ser tão fácil desta vez. A Venezuela chega à final com moral, após eliminar, na semifinal, a favorita Argentina.

Após o duelo de semifinal, Bruninho analisou a atuação brasileira ante aos chilenos: "Fizemos um jogo muito bom. Eles jogaram bem no primeiro set, mas depois nós melhoramos no saque, com um serviço muito forte e funcionou. Queremos vencer o Sul-Americano e cumprir o nosso principal objetivo."

Brasil ainda não perdeu set no Sul-Americano (FOTO: Divulgação/FIVB)

Na semifinal, a Seleção de Renan Dal Zotto bateu os donos da casa por 3 sets a 0, parciais de 25/20, 25/12 e 25/14. Após um primeiro set enroscado, os brasileiros deslancharam na partida. O grande destaque foi Wallace, com 15 pontos.

O Brasil chega à decisão sem ter perdido nenhum set no torneio. São quatro partidas, todas vencidas por 3 sets a 0: Paraguai, Venezuela, Colômbia e Chile.

As seleções finalistas já se esbarraram durante este torneio Sul-Americano, com vitória acachapante da seleção verde e amarela: 25/10, 25/16 e 25/14.

O título do Sul-Americano de Vôlei garante vaga no Campeonato Mundial de 2018, que será realizado na Itália e na Bulgária.

A Seleção Brasileira busca ampliar ainda mais a sua hegemonia no torneio sul-americano. Em 31 edições anteriores, o Brasil sagrou-se campeão em 30 oportunidades. A única vez sem título foi em 1964, ano em que não participou da competição.

Boa tarde, leitor! A Vavel Brasil traz pra você,  nesta sexta-feira (11), o tempo real da grande final entre Brasil e Venezuela, válida pelo Sul-Americano de Vôlei Masculino. A partida está programada para começar as 21h30 e será realizada no ginásio do Centro Olímpico de Santiago, no Chile.