É ouro! Brasil vence Japão e fatura pentacampeonato da Copa dos Campeões de Vôlei

'Nova geração' dourada ocupa lugar mais alto do pódio em Osaka, no Japão; este é o quarto título consecutivo do Brasil na competição, o quinto em sua história

É ouro! Brasil vence Japão e fatura pentacampeonato da Copa dos Campeões de Vôlei
(Foto: Divulgação/FIVB)
Brasil
3 0
Japão

Mais uma vez a Seleção Masculina de Vôlei do Brasil sai de um torneio com a medalha dourada no peito. Na manhã deste domingo (17), os comandados de Renan Dal Zotto foram à quadra precisando de uma vitória simples sobre o Japão, equipe dona da casa, para garantir o título da Copa dos Campeões de 2017.

Com uma atuação muito tranquila, a Seleção Brasileira se impôs desde os primeiros pontos e não tomou conhecimento de seu adversário, aplicando um categórico 3 a 0, parciais de 25/17, 25/15 e 25/22. O central Lucão foi o maior destaque da partida, com 16 pontos anotados.

Realizada de quatro em quatro anos, a Copa dos Campeões tem o verde e amarelo no lugar mais alto do pódio há 16 anos seguidos: este foi o quarto título consecutivo do Brasil na competição, ampliando, cada vez mais, o seu domínio. Ao todo, são cinco títulos na história brasileira.

Surpresas do torneio, Itália (prata) e Irã (bronze) completaram o pódio, deixando as fortes seleções dos Estados Unidos e França sem medalhas. O terceiro lugar na edição de 2017 foi a melhor campanha da história do voleibol iraniano.

Resumo da partida contra o Japão

(Foto: Divulgaçã/FIVB)

O Brasil entrou em quadra como franco favorito ante ao Japão. Apesar do apoio da torcida local, a equipe oriental despontava, desde o princípio, como a sexta força da competição. Ciente de sua missão e sem dar chance ao azar, a Seleção Brasileira começou a partida a mil por hora, sufocando os donos da casa com potentes saques e muita disciplina no bloqueio. Rapidamente, a equipe brasileira abriu vantagem confortável de seis pontos, precisando apenas administrar para fechar em 25/17.

O segundo set começou idêntico ao primeiro, com Lucão dando aula no fundamento bloqueio. A seleção japonesa lutava para tentar igualar o jogo, mas não conseguia neutralizar as inúmeras armas ofensivas do Brasil: Lucarelli, Wallace, Maurício Borges e Lucão, liderados pela bela distribuição de jogo de Bruninho, desnorteavam o bom sistema defensivo dos donos da casa. Com muita tranquilidade, o Brasil chegou ao 2 a 0 na partida, vencendo a parcial por 25/15.

A terceira parcial se desenrolou a favor do Brasil sem maiores problemas. Abrindo quatro pontos antes da primeira parada técnica (8/4), o título parecia se encaminhar a passos largos. Apesar de uma pequena reação nipônica na reta final do set, a Seleção Brasileira teve sangue frio e conseguiu manter a dianteira do placar, não sofrendo maiores ameaças e fechando em 25/22.

Premiações e MVP

(Foto: Divulgação/FIVB)
  • Melhores ponteiros: Ricardo Lucarelli (BRA) e Milad Ebadipour (IRI)
  • Melhores centrais: Matteo Piano (ITA) e Lucas Saatkamp (BRA)
  • Melhor levantador: Simone Giannelli (ITA)
  • Melhor oposto: Matthew Anderson (USA)
  • Melhor líbero: Satoshi Ide (JPN)
  • Melhor jogador do torneio (MVP): Ricardo Lucarelli (BRA)

Campanha vitoriosa do Brasil

(Foto: Divulgação/FIVB)
  • Primeira rodada (12/09)
    França 0 x 3 Brasil parciais: 25/27, 25/27 e 22/25

  • Segunda rodada (13/09)
    Brasil 2 x 3 Itália - parciais: 25/15, 25/27, 25/27, 25/18 e 12/15

  • Terceira rodada (15/09) 
    Irã 0 x 3 Brasil - parciais: 22/25, 19/25 e 15/25

  • Quarta rodada (16/09)
    EUA 2 x 3 Brasil - parciais: 26/28, 25/15, 20/25, 25/22 e 13/15

  • Quinta rodada (17/09)
    Brasil 3 x 0 Japão - parciais: 25/17, 25/15 e 25/22