Sesc-RJ volta a superar Botafogo e conquista bicampeonato do Carioca Masculino de Vôlei

Jovem equipe do Rio venceu Glorioso, maior campeão do Estadual, por sets diretos; Alvinegro projeta próxima temporada

Sesc-RJ volta a superar Botafogo e conquista bicampeonato do Carioca Masculino de Vôlei
Foto: Reprodução/ Facebock Sesc RJ
Sesc-RJ
3 0
Botafogo

Na noite desta terça-feira (10), o Sesc-RJ venceu novamente o Botafogo pela decisão do Campeonato Carioca Masculino de Vôlei e conquistou o bicampeonato da competição. Jogando no Ginásio do Tijuca Tênis Clube, o time comandado pelo campeoníssimo Giovane Gávio derrotou o Alvinegro por 3 sets a 0, em parciais de 25/18, 25/22 e 25/23. 

Fundado em outubro de 2016, o Sesc-RJ coleciona três conquistas: Estaduais de 2016 e 2017, além da Superliga B. Apesar de ter levado a pior, o Botafogo é o maior vencedor do Carioca Masculino de Vôlei, com 23 títulos. O Flamengo aparece na segunda colocação, com 19 taças. Já o Fluminense completa o pódio dos maiores vencedores, com 10 conquistas.

O próximo desafio do Sesc-RJ será pela Superliga Masculina. O jovem time carioca vai estrear na competição diante do Taubaté, tetracampeão paulista. O jogo será disputado no Tijuca Tênis Clube, no próximo sábado (14), às 14h (de Brasília). 

O Botafogo, por sua vez, mira a próxima temporada. O Glorioso tentará a classificação para elite do futebol brasileiro através da Superliga B, mesmo caminho o qual fez o Sesc. O levantador Marcelinho Elgarten, principal nome da equipe alvinegra, comentou sobre o resultado no estadual e projetou a temporada 2018.  

 "Não conseguimos entrar bem no jogo e depois fizemos dois sets muito equilibrados, com bons momentos. As lesões atrapalharam um pouco nas duas partidas, mas são coisas que acontecem. Podemos dizer que essa final serve para mostrar que vamos muito fortes para a Liga B e enfrentamos qualquer time de igual para igual quando jogamos bem. Agora é aproveitar o tempo de treinos para corrigir alguns pontos e chegar mais forte no nosso objetivo principal", disse. 

Vôlei