Praia Clube supera Sesc-RJ fora de casa e amplia liderança na Superliga Feminina

Equipe mineira derrotou o time carioca pela primeira vez na história da competição

Praia Clube supera Sesc-RJ fora de casa e amplia liderança na Superliga Feminina
Foto: Erbs Jr./Sesc RJ
Sesc-RJ
0 3
Praia Clube
Sesc-RJ : Roberta, Monique, Peña, Drussyla, Juciely e Vivian. Líbero – Fabi. Entraram: Kasiele, Carol Leite, Natiele. Técnico – Bernardinho.
Praia Clube : Claudinha, Fawcett, Amanda, Fê Garay, Fabiana e Walewska. Líbero – Suelen. Entraram: Natasha, Ananda. Técnico: Paulo Coco.
Placar: 0-1, 25/16 || 0-2, 25/23 || 0-3, 25/16.
INCIDENCIAS: Jogo válido pela décima rodada da Superliga Feminina 2017/18, disputada na Jeunesse Arena, no Rio de Janeiro.

Histórico! O Praia Clube derrotou o Sesc-RJ pela primeira vez em uma edição da Superliga Feminina. O inédito resultado aconteceu na noite desta sexta-feira (1º), na Jeunesse Arena, no Rio de Janeiro. A equipe do técnico Paulo Coco venceu as cariocas por 3 sets a 0, com parciais de 25/16, 25/23 e 25/16, pela décima rodada da competição.

Com o resultado, o time mineiro se isolou ainda mais na liderança, agora com 30 com pontos, quatro a mais que o próprio Sesc-RJ, vice-líder da competição.  Ambas as equipes voltarão à quadra na próxima sexta-feira (8). O Praia tentará a vitória sobre o Hinode Barueri para terminar o primeiro turno invicto. A partida será disputada no ginásio do Praia, às 19h15. O Rio de Janeiro, por sua vez, tem compromisso marcado diante do Osasco, no ginásio José Liberatti, às 21h45.

O destaque da partida ficou por conta da norte-americana Nicole Fawcett, do Praia, que foi eleita a melhor jogadora em quadra, ficando com o Troféu VivaVôlei CIMED. Fawcett ainda foi a maior pontuadora do duelo, com 15 acertos, ao lado da oposta Monique, do Sesc RJ.

Palavra do treinador

O técnico Paulo Coco comentou sobre o desempenho de suas comandadas, destacando a consistência da equipe. Paulo ainda valorizou a equipe adversária, afirmando que o time de Bernardinho irá evoluir na competição.

“Estamos trabalhando muito forte e esse foi um resultado importante. Foi uma partida difícil contra um adversário tradicional. Fizemos um jogo consistente, apesar de termos cometido muitos erros no início do segundo set quando soubemos manter a cabeça no jogo para reverter a situação. O saque, o nosso sistema defensivo e o bloqueio, que vem sendo fundamental, funcionaram bem.

Sabemos que ainda temos muito o que crescer e o campeonato está apenas começando. O Sesc RJ vai evoluir na competição com a volta da Gabi e a com a Jucy encontrando sua melhor forma, assim como as outras equipes. Daqui para frente as dificuldades só vão aumentar."