Praia Clube supera Barueri de virada e termina invicto no turno da Superliga Feminina

Time mineiro perdeu apenas dois sets nos onze jogos disputados na competição

Praia Clube supera Barueri de virada e termina invicto no turno da Superliga Feminina
Invicto, Praia Clube comemora mais um triunfo, dessa vez contra o Hinode Barueri (Créditos: Divulgação/Dentil/Praia Clube )
Dentil Praia Clube
3 1
Hinode Barueri
Dentil Praia Clube: Dentil/Praia Clube – Claudinha, Fawcett, Fê Garay, Amanda, Fabiana e Wal. Líbero – Suelen Entraram – Natasha, Andréia, Ananda e Carla Técnico – Paulo Coco
Hinode Barueri: Hinode Barueri – Naiane, Edinara, Suelle, Jaqueline, Fran e Saraelen. Líbero – Natinha Entraram – Ana Cristina, Sara, Ariele e Dani Terra Técnico – José Roberto Guimarães

Jogando em Uberlândia, o Hinode Barueri até saiu na frente, mas não resistiu à força do Praia Clube. Nesta sexta-feira (8), o clube paulista largou em vantagem ao vencer o primeiro set, mas viu o Praia crescer durante a partida e vencer de virada: 3 sets a 1 (22/25, 25/16, 25/17 e 25/15), em partida válida pela 11ª rodada da Superliga Feminina.  

Com o resultado desta sexta, o Praia mantém a liderança segura da Superliga, com 11 vitórias em 11 jogos disputados. Já o Barueri segue na quinta colocação, com 18 pontos. Ambas as equipes voltam às quadras somente no dia 19 de dezembro, quando enfrentam Renata Valinhos e Osasco, respectivamente. 

A levantadora Ananda, que entrou durante o jogo no lugar na titular Claudinha, foi eleita a melhor da partida em votação popular no site da Confederação Brasileira de Voleibol (CBV) e ficou com o Troféu VivaVôlei CIMED

Resumo da partida 

O Praia Clube foi surpreendido pelo Barueri logo no início do set. Apesar de tomar a liderança da parcial nos primeiros pontos, as mineiras viram o Barueri atacar com agressividade e explorar com inteligência o bloqueio adversário para liderar o marcador até o fim: 25 a 22.

As donas da casa voltaram melhor no início do segundo set. Quando as mineiras fizeram 9/6, o treinador José Roberto Guimarães pediu tempo. O Hinode Barueri cresceu de produção e empatou o jogo. Com um ace da levantadora Ananda, o time de Uberlândia abriu quatro pontos. Após nova igualdade, o Praia foi melhor na parte final do segundo set e venceu a parcial por 25/16.

O praia fez os seis primeiros pontos do terceiro set. Numa bola rápida da central Walewska, o time mineiro manteve a vantagem no marcador na primeira parte do set. Bem no saque e no bloqueio, as donas da casa abriram vantagem, forçando o treinador José Roberto Guimarães a trocar as levantadoras. Entrou Ana Cristina e saiu Naiane. A substituição fez bem as visitantes que diminuíram a vantagem para 18/13. A central Walewska se destacou e o time da casa levou a melhor no segundo set por 25/17.

O time mineiro continuou melhor no início do quarto set e fez os três primeiros pontos da parcial. Dominante, a equipe de Uberlândia administrou a parcial até o final e venceu o quarto set por 25/15, fechando o jogo em 3 sets a 1.