No encerramento da Superliga em 2017, Rio de Janeiro vence Barueri e segue na caça ao líder Praia Clube

O último confronto do torneio no ano evidenciou o domínio da equipe carioca sobre o adversário paulista

No encerramento da Superliga em 2017, Rio de Janeiro vence Barueri e segue na caça ao líder Praia Clube
Foto: Divulgação/CBV

A sexta-feira (22) não reservaria apenas o encerramento da Superliga Feminina em 2017. Em partida válida pela segunda rodada do returno, Barueri e Rio de Janeiro duelaram no ginásio José Correa, em Barueri (SP), pela consistência em suas campanhas na competição nacional. Um confronto recheado de grandes nomes de ambos os lados terminou com vitória carioca por 3 sets a 0 (25/13, 25/19 e 25/18).

Com uma campanha regular no primeiro turno, o novato Barueri, comandado pelo técnico José Roberto Guimarães, necessitava do resultado positivo para se recuperar do revés sofrido contra o Osasco, pelo placar de 3 sets a 1 (19/25, 25/13, 27/15 e 25/10) e não desgrudar dos cinco primeiros colocados do torneio. Em sexto lugar com 18 pontos ganhos, a equipe paulista almejava a vitória em casa sobre o gigante carioca para ganhar moral na sequência da Superliga em 2018.

Vice-líder com 31 pontos ganhos, do outro lado da quadra estava o multicampeão Rio de Janeiro, liderado pelo técnico Bernandinho. O time carioca desejava o triunfo longe dos seus domínios para permanecer na caça ao líder Praia Clube, após atropelar o lanterna Sesi-SP na rodada anterior por 3 sets a 0 (25/20, 25/14 e 25/13).

Na próxima rodada, o Barueri volta a jogar no ginásio José Correa, a equipe paulista recebe o Sesi-SP, na terça-feira (9), já em 2018, às 19h30. O time do Rio de Janeiro recebe o Valinhos, no ginásio do Tijuca, às 21h, também na terça-feira (9).

Resumo da partida

O duelo iniciou e a equipe do Rio de Janeiro abriu vantagem confortável no placar sem dificuldades. O Barueri demonstrava sua fragilidade sofrendo na virada de bola, então tentava incomodar no bloqueio. No entanto, diferente de seu adversário que se mostrava muito efetivo no fundamento, cometia muitos erros no ataque. Além de se aproveitar da sequência de erros do time da casa, as cariocas demonstravam muita consistência na proposta de jogo e assim fecharam o primeiro set em 25 a 13 com apenas 25 minutos de partida.

Na segunda etapa o cenário não mudou e o Rio de Janeiro novamente sobrou no início. A equipe visitante abriu vantagem no marcador e passou a jogar a etapa com tranquilidade, enquanto o adversário da casa sofria nos fundamentos de recepção e passe.

Após ver sua equipe em dificuldade, o técnico José Roberto Guimarães parou o jogo e também promoveu a entrada da experiente ponteira Érika que, atrelado ao crescimento de Jaqueline, outra ponteira da equipe, resultou na reação das paulistas no período. Mas bom momento não foi suficiente para evitar a derrota no set, a equipe carioca fechou em 25 a 19 e se aproximou da vitória ao abrir 2 a 0 no placar.

A reação do Barueri se expandiu ao terceiro set. Mesmo com a equipe do Rio de Janeiro iniciando a etapa em vantagem, assim como nos dois sets anteriores, as paulistas passaram a atuar com mais eficiência. Forçando os erros do adversário, chegaram a estar à frente do placar.

Porém, a evolução não foi suficiente para evitar a derrota. Jogando com regularidade que é peculiar, apesar da queda de rendimento na etapa, o time carioca voltou a comandar o marcador e, com destaque para a ponteira dominicana Peña, não encontrou resistência para fechar o set em 25 a 18 e vencer o duelo por 3 sets a 0.