Sesc RJ bate Caramuru com facilidade e permanece na vice-liderança da Superliga

Time carioca engatou a quinta vitória seguida e está apenas um ponto atrás do líder Cruzeiro

Sesc RJ bate Caramuru com facilidade e permanece na vice-liderança da Superliga
Sesc RJ venceu o Caramuru por 3 a 0 (Foto: Juliana Cristina/VAVEL Brasil)
Sesc RJ
3 0
Caramuru

Sesc RJ recebeu o Caramuru na noite desta quinta-feira (9), no ginásio do Tijuca Tênis Clube, no Rio de Janeiro, pela quinta rodada do returno da Superliga Masculina. Os cariocas venceram os paranaenses por 3 sets a 0, com parciais de 25/22, 25/23 e 25/19. O oposto Renan ganhou o troféu Viva Vôlei.

A equipe carioca permanece na vice-liderança, com 42 pontos. Já a paranaense ocupa a décima colocação, com 11 pontos. Na próxima rodada, o Sesc RJ irá enfrentar o Canoas, no dia 17, às 21h, no ginásio Capão da Canoa/RS. O Caramuru jogará neste mesmo dia, às 20h, contra o Maringá, no ginásio Arena Multiuso, no Paraná.

Jogo de igual para igual

O Sesc RJ começou bem a partida fazendo logo três pontos com Maurício Souza no saque. O Caramuru não se intimidou e empatou a parcial: 7/7. Mas a equipe carioca, com ace de João Rafael, voltou a ter vantagem: 9/7.

O time de Giovane Gávio mantinha a frente sem levar sustos: 16/12. Até que, em um ataque de Leozão, a equipe paranaense encostou: 21/20.

O Caramuru não conseguiu alcançar o Sesc RJ, e no ataque de PV, a equipe carioca fechou a etapa: 25 a 22.

Equilíbrio

O segundo set teve início equilibrado, com o placar marcando 5/5. Porém, quando Maurício Borges foi para o saque, o Sesc RJ conseguiu abrir frente: 11/7.

Mais uma vez no jogo o Caramuru encostou no placar. Índio, de segunda, pontuou: 15/14. Mas a reação não engatou e a equipe carioca distanciou novamente: 18/15.

Até que, na hora decisiva do set, o time visitante empatou: 22/22, o que fez com que Giovane Gávio pedisse tempo. O que deu certo, já que os cariocas montaram um bloqueio triplo, pontuaram e deram fim à parcial, que foi vencida por 25 a 23.

Facilidade carioca para fechar em 3 a 0

A terceira etapa também começou equilibrada. Em um bloqueio, os donos da casa abriram dois: 8/6. Logo em seguida, Maurício Souza fez mais um: 9/6.

O Sesc RJ protagonizou o ponto mais bonito da partida. Tiago Brendle fez uma defesa difícil, João Rafael buscou e Maurício Borges pontuou, fazendo a torcida vibrar bastante: 11/8.

A equipe carioca estava melhor em quadra, impondo o ritmo. O marcador apontava 16/10. O Sesc RJ apenas administrava a vantagem: 20/12.

Ainda deu tempo para o Caramuru fazer uma sequência de pontos: 20/15, mas que foram insuficientes. O Sesc RJ venceu o set por 25 a 19.