João Rafael analisa desempenho do Sesc RJ em vitória sobre Caramuru na Superliga

Levantador Índio, da equipe paranaense, também comentou sobre difícil situação de seu clube na competição

João Rafael analisa desempenho do Sesc RJ em vitória sobre Caramuru na Superliga
João Rafael é ponteiro do Sesc RJ (Foto: Reprodução / Instagram Sesc RJ)
Sesc RJ
3 0
Caramuru

Sesc RJ derrotou o Caramuru, na noite desta quinta-feira (9), em partida no Tijuca Tênis Clube, no Rio de Janeiro. A equipe da casa venceu por 3 sets a 0, e segue na vice-liderança da Superliga Masculina. Os paranaenses, por outro lado, permanecem na décima colocação, lutando contra o rebaixamento.

Os jogadores João Rafael e Índio, de Sesc RJ e Caramuru, respectivamente, analisaram a partida e ressaltaram o que suas equipes podem levar de ensinamento dela. 

“Essas partidas são as que a gente tem que prestar mais atenção. Tem que entrar focado totalmente porque o outro lado não tem nada a perder, já nós temos muito. Eles são bons jogadores, eu conheço alguns deles. É estar focado, porque se der um vacilo eles chegam, como chegaram”, pontuou João Rafael.

“Eu estou feliz porque joguei sem dor. Tinha um tempo que eu estava jogando com dor, no sacrifício. Mas graças a Deus o trabalho do fisioterapeuta e do preparador físico deu certo”, completou o ponteiro que não vinha participando regularmente das partidas do Sesc RJ.

Com 11 pontos conquistados (três vitórias e 13 derrotas), o Ponta Grossa Caramuru ocupa a décima colocação. A vantagem sobre o JF Vôlei, primeiro time na zona da Superliga B, é de sete pontos. O levantador Índio comentou sobre a atuação do Ponta Grossa Caramuru e ressaltou que os jogos que vêm pela frente são decisivos. 

“Eu acho que os dois primeiros sets nós conseguimos resistir bastante. O poder ofensivo e o saque deles nós conseguimos segurar. A gente sabia da dificuldade. Sabíamos da necessidade que a gente tinha de fazer um bom jogo. Eles mereceram a vitória. Eles estão com um time muito bem encaixado, muito fortes. São favoritos sim ao título", disse.

Índio é levantador do Caramuru (Foto: Ponta Grossa/Caramuru)

"Nossos objetivos são outros. Agora a gente começa um patamar de jogos que são contra nossos adversários diretos. Consideramos o jogo contra o Sesc um treinamento pesado para que possamos dar sequência no campeonato”, explicou o levantador.

Na próxima rodada, o Sesc RJ irá enfrentar o Canoas, no dia 17, às 21h, no ginásio Capão da Canoa/RS. O Caramuru jogará neste mesmo dia, às 20h, contra o Maringá, no ginásio Arena Multiuso, no Paraná.