Volta a Itália: Mais uma para Gaviria

Colombiano ganhou a sua terceira etapa nesta edição do Giro. Bateu facilmente Mareczko e Sam Bennet. Na geral apenas uma pequena mudança que inclui Rui Costa.

Volta a Itália: Mais uma para Gaviria
Gaviria está a ser o sprinter mais forte // Fonte: Eurosport

Mais uma etapa controlada pelas equipas dos sprinters, e mais uma vez foi a Quick-Step Floors a sair vencedora com Fernando Gaviria. No segundo lugar ficou Mareczko e no terceiro Sam Bennet, da Bora. Na geral, Dumoulin mantém a liderança com a mesma distância para os adversários mais concretos. Rui Costa subiu uma posição na geral devido ao à perca de tempo de Geraint Thomas.

Etapa sem história na verdade. Fuga, equipas dos sprinters a controlarem e chegada em pelotão compacto. O calor e a longa distância foram os maiores adversários dos ciclistas no dia de hoje. Com a fuga alcançada, foi tempo de aumentar o ritmo e preparar o sprint. Como foi dito acima, o vencedor foi o colombiano Gaviria, terceira vitória neste Giro. O sprinter da Quick-Step já disse que quer acabar o Giro e chegar a Milão com a camisola ciclamino, e está a fazer por isso.

Entre os ciclistas importantes para a geral, apenas Geraint Thomas, da Sky, 14º à partida para a etapa de hoje, perdeu tempo, mais concretamente 31 segundos. Quem beneficiou com isso foi Rui Costa, que chegou inserido no grupo principal, na 50ª posição, e ultrapassou o britânico a geral.

Quanto aos outros portugueses, José Gonçalves foi o mais bem colocado nesta etapa, chegou no grupo principal, na 32ª posição. José Mendes, que trabalhou muito nesta etapa, acabou mais atrasado, no lugar 101, no grupo de Geraint Thomas.

Fica aqui o top-15 atualizado:

Amanhã é etapa para os sprinters novamente, 167km completamente planos que ligam Reggio Emilio a Tortona. Será a quarta para Gaviria ou os adversários também vão marcar posição?