"Nova" equipa de Rui Costa em perigo

A TJ Sport, antiga Lampre-Merida, vive momentos de incerteza quanto ao seu futuro, pois ainda não possuem a licença de World Tour.

"Nova" equipa de Rui Costa em perigo
Equipa chinesa em perigo.

A equipa do português, campeão do mundo em 2013, a TJ Sport, está a viver momentos de incerteza no que toca ao seu futuro. Isso deve-se ao facto de ainda não ter sido emitida a licença que permite à equipa integrar o pelotão World Tour em 2017, o que faria história, pois seria a primeira equipa chinesa a correr no pelotão de elite.

Imprensa italiana e francesa avançam que o atraso na conclusão do processo junto da UCI está relacionado com o facto de o governo chinês ainda não ter libertado as verbas necessárias para o efeito.

Este impasse já está a afetar a preparação da equipa para a temporada que se avizinha, com o primeiro estágio de pré-temporada, que se realizaria esta semana, a ser cancelado.

A TJ Sport tem até dia 15 para regularizar todos os documentos que estão em falta junto da UCI para receber a licença, caso contrário correm o sério risco de correr no 2º escalão ou, até mesmo, existe a opção da equipa nem chegar a ir para a estrada. Nesse caso, os contratos assinados com os atletas, entre eles, Rui Costa, deixam de ser válidos e estes ciclistas são livres para assinar com outra equipa.

Existe confiança e esperança que tudo se vai resolver, mas é a preocupação que impera no seio da equipa: “Enquanto não tivermos o visto da UCI para o World Tour, continuaremos preocupados.” – referiu Mario Scirea, um dos diretores da equipa, em declarações ao portal ‘VeloNews’.

Ciclismo