Volta a França: Bardet vence e Aru de amarelo

O francês Romain Bardet venceu a 12ª etapa da Volta a França. que ligou Pau a Peyragudes. Um dia sem grande emoção mas que provocou muitas alterações na classificação geral. Com o terceiro lugar na etapa, Fabio Aru conquistou a camisola amarela que até hoje pertencia a Chris Froome.

Volta a França: Bardet vence e Aru de amarelo
Bardet é a grande esperança dos franceses // Fonte: The Australian

Romain Bardet (AG2R) foi o mais forte na difícil chegada a Peyragudes, batendo nos últimos metros Rigoberto Uran (Cannondale), que se mostrou novamente muito bem, e Fabio Aru (Astana) que é o novo camisola amarela depois das dificuldades passadas por Froome na última subida.

Numa etapa de 214,5km, foi preciso esperar 212 para que alguma emoção chegasse à corrida. Esta tirada tinha tudo para dar espetáculo, mas nem a Sky nem os seus principais adversários tomaram a iniciativa e a etapa arrastou-se durante os longos quilómetros.

O único a tentar de longe foi Contador a cerca de 30km do fim, mas a equipa do líder não deu hipótese. A grande desilusão da etapa foi Nairo Quintana que muito cedo disse adeus ao grupo dos favoritos. O peso do Giro está a fazer-se sentir cada vez mais nas pernas do colombiano.

Nos metros mais importantes da etapa, os últimos 500, com inclinações a rondar os 20%, o primeiro a atacar foi Aru que foi desde logo seguido por Bardet, colocando Chris Froome em grandes dificuldades. O francês conseguiu ter mais força do que todos os outros e arrecadar a vitória de etapa. Froome chegou 22 segundos atrasado. Vejam o top-10 da etapa:

Pela primeira vez na história, Froome perde a camisola amarela na Volta a França depois de 51 dias de amarelo sem a perder. Fabio Aru é o novo líder da prova. Esta é classificação geral atualizada:

Amanhã temos uma etapa canhão de 101km que é muito propícia a ataques. Vamos ver como será a etapa amanhã, é uma etapa de ouro para uma fuga conseguir a tão desejada vitória. Homens como Rolland, Barguil ou até mesmo Tiago Machado vão tentar estar na frente da corrida.