Futebol em choque: Cheick Tioté faleceu aos 30 anos

O costa-marfinense Cheick Tioté faleceu ontem, de forma inesperada, aos 30 anos, durante um treino matinal, vítima de paragem cardíaca.

Futebol em choque: Cheick Tioté faleceu aos 30 anos
Futebol em choque: Cheick Tioté faleceu aos 30 anos

O defesa costa-marfinense Cheick Tioté faleceu ontem, inesperadamente, aos 30 anos de idade, vítima de um ataque cardíaco durante o treino matinal, em Pequim. O atleta africano, que actualmente servia o Beijing Enterprises, sucumbiu a uma paragem cardíaca e as notícias chocaram o universo futebolístico. Nascido em Yamoussoukro, capital do Costa do Marfim, Tioté notabilizou-se pela aventura em Inglaterra, ao serviço do Newcastle, clube que representou durante sete anos.

Proveniente da formação do Anderlecht, onde iniciou a sua carreira profissional, Cheick Tioté ingressou no campeonato holandês na temporada 2007/2008, para representar o Roda JC. Os bons desempenhos valeram a transferência para o Twente, e daí até à ida para a Premier League foi suspiro: os mais de 80 jogos ao serviço do Twente despertaram o interesse dos 'Magpies', que pagaram 4 milhões de euros para garantir o internacional costa-marfinense. No clube de Tyneside, Tioté somou mais de 150 aparições, adquirindo estatuto de capitão em 2013/2014.

Em Fevereiro de 2017 chegou a oportunidade de viajar para a China, onde representaria o Beijing Enterprises, da China League One; disputou 11 partidas, sendo a última a dia 3 de Junho, dois dias antes de falecer durante o treino matinal. No seu palmarés constam duas ligas belgas e uma supertaça, uma liga holandesa e uma Taça nacional, um triunfo no Championisp inglês e o ponto alto da carreira internacional (55 internacionalizações), a conquista da Taça das Nações Africanas em 2015.