Michael Jordan: Os 53 anos de uma lenda

Aquele que, para muitos, é nada mais nada menos o melhor jogador da NBA de sempre, completa hoje 53 anos. Para marcar esta data, fazemos uma retrospetiva àquela que foi uma das maiores carreiras de todos os tempos.

Michael Jordan: Os 53 anos de uma lenda
Michael Jordan: Os 53 anos de uma lenda

O melhor de todos os tempos, o mito, Air Jordan, são alguns dos apelidos e expressões utilizadas para caracterizar Michael Jeffrey Jordan (MJ), atleta que celebra hoje 53 anos de idade.

Nascido em Nova Iorque, Jordan acabou por jogar na equipa do Norte de Carolina antes de se dar o grande passo rumo à NBA. Passo esse, que viria a dar em 1984 aquando da chegada aos Chicago Bulls, equipa pela qual obteve os maiores feitos da sua invejável carreira.

Conhecido pela sua capacidade de impulsão, rapidez de decisão e agilidade anormal, Michael continua, hoje a inspirar novas gerações e a ser uma referência para estrelas de renome como LeBron James, Kobe Bryant, entre outras.

Chicago Bulls- A era dourada

Se o percurso de MJ na equipa de Chicago não foi perfeito, este andou muito perto disso. Representou os Bulls durante 12 anos (1984-1993/1995-1998) e conseguiu feitos históricos, tanto a nível pessoal, como coletivo.

Apesar de ter chegado em 1984, Michael Jordan foi, pela primeira vez, MVP (jogador mais valioso) da fase regular na temporada de 1987-88, conseguindo o feito por mais quatro vezes. O título de campeão de NBA, que nunca tinha ficado em casa dos Chicago Bulls, chegou em 1991. Título esse que se viria a repetir por mais dois anos consecutivos, e que, depois de dois anos sem conseguir replicar o feito, foi ganho por mais três anos seguidos, em 1996, 1997 e 1998.

Se nos perguntarem que terá sido o MVP dessas seis finais, a resposta é simples: Michael Jordan que tomou um papel crucial para levar a sua equipa à conquista de seis triunfos.

Com a camisola dos Bulls, Jordan participou num total de 930 jogos, marcando uns impressionantes 29.277 pontos. Pelos números, não será difícil de deduzir a importância do Ala.

A primeira Paragem

Em 1993, Michael Jordan terá que lidar com o assassinato do seu pai, James Jordan em Julho. O atleta decide, assim, abandonar o desporto deixando para trás um legado intocável e uma sensação de saudade nos fãs e simpatizantes.

A importância de MJ é provada, mais uma vez pelo facto de, na sua ausência, os Chicago Bulls terem apresentado muito mais dificuldades para chegar às vitórias, tendo passado, desta forma, dois anos sem chegar ás desejadas finais, e, consequentemente ao título de campeão.

O regresso à glória

(Jogada que ditou a vitória dos Chicago Bulls no campeonato de 1998)

Depois de dois anos aposentado, em 1995, Jordan anunciou o seu regresso à NBA, para representar, uma vez mais, os Chicago Bulls.

Contando com a sua estrela, os Bulls conseguiram, mais uma vez sagrar-se tri-campões, vencendo nos anos de 1996, 1997 e 1998.

Michael Jordan, juntamente com os Chicago Bulls, sagrava-se, pela sexta vez, campeão em título da NBA.

Washington Wizards- Dois anos para a despedida

Jordan, após deixar de jogar pela segunda vez em 1999, regressou, em 2001, desta feita, para representar os Washignton Wizards.

MJ jogou durante mais dois anos, e mesmo com as lesões, conseguiu ser o líder, em termos pontuais da sua equipa, mostrando, que, no fundo, quem sabe nunca esquece.

5 vezes MVP da fase regular, 6 Vezes MVP das finais dos playoffs, 6 vezes campeão da NBA, um total de 32.292 pontos em toda a sua carreira, duas medalhas de ouro nos Jogos Olímpicos de 84 e 92, uma medalha de ouro no campeonato mundial de seleções. Estes, são apenas alguns números que nos mostram a grandeza de um atleta que continua presente num desporto tão influente como o basketball.

Se, para muitos Michael Jordan é o melhor jogador de sempre, para outros tantos é o melhor atleta de sempre. Certo é que, sendo ou não o melhor, os feitos coletivos e individuais e a importância inegável que teve nas suas equipas, colocam-no num patamar muito difícil de alcançar, se não impossível.  

Futebol Internacional