Euro 2016: O RX dos técnicos - Gianni di Biasi

O italiano está no comando da Selecção albanesa desde 2012 e já surpreendeu muitos desde o inicio da caminhada para o Europeu deste ano. Hoje é tempo de lhe fazer o RX.

Euro 2016: O RX dos técnicos - Gianni di Biasi
Euro 2016: O RX dos técnicos - Gianni di Biasi (foto: www.giannidebiasi.it)

Di Biasi tem 59 anos e está ao comando da Selecção Albanesa desde 2012 e foram muitas as surpresas que já causou. O Euro está a chegar e a verdade é que a Albânia parece estar mais do que preparada para surpreender. 

A partir de hoje, e até ao inicio do Europeu, todos os dias no VAVEL Portugal faremos a análise aos homens por detrás de cada uma das equipas. Di Biasi tem a honra de ser o primeiro. 

O médio à lá casa 

Como a grande maioria dos técnicos presentes neste Europeu, Di Biasi também foi jogador. E, como médio, contou com muita experiência ao nível da série A. 

A equipa mais emblemática, claro está, foi o Inter, mas a verdade é que o sucesso do italiano estava reservado para outro posto do Futebol, falamos claro, da camisola de treinador. 

Começar por baixo para atingir o topo

Voltemos então a 2002. Di Biasi é convidado para o comando técnico da equipa do Modena, 34 jogos, 2 épocas e 9 vitórias depois, o italiano é convidado a sair e a fazer parte dos quadros do Brescia

Novamente, 2 temporadas, 69 jogos realizados e 18 vitórias conseguidas. O balanço, apesar de tudo, revela-se positivo, ainda assim, o principal desafio estava para vir.... 

O Torino, agora conhecido de todos no universo desportivo europeu queria voltar à série A e contou com Di Biasi para concretizar esse mesmo sonho. 

Depois de muitas tentativas e muitos erros, Biasi consegue atingir o prometido objectivo. Em 46 jogos foram 23 as vitórias suficientes para garantir o titulo de Campeão Nacional na série B

Di Biasi fez o Torino regressar à Série A (Foto: Toronews)
Di Biasi fez o Torino regressar à Série A (Foto: Toronews)

Este foi o primeiro titulo da carreira do italiano enquanto treinador e a verdade é que o facto de ter feito o Torino regressar ao patamar principal do futebol italiano trouxe Di Biasi ao topo. Logo na temporada seguinte, o antigo médio da Azurra, fez parte do comando técnico do Levante, mas as coisas não correram assim tão bem.... 

29 jogos e 7 vitórias passadas fez com que os responsáveis do clube espanhol "devolvessem " Di Biasi ao futebol italiano. Voltou para onde foi feliz. Ao comando do Torino, o italiano voltou a mostrar serviço, e em 40 jogos foram 10 as vitórias conquistadas. 

Quando foi novamente convidado a dizer Adeus, foi a vez da Udinese aproveitar a estadia do italiano para o convidar a fazer parte dos quadros da equipa, mas em boa verdade acabou por não conseguir realizar um único jogo oficial com a camisola do clube. Estava na altura de fazer uma pausa. 

Estudar, parar e treinar 

Foram 2 anos que Di Biasi parou até conseguir voltar a treinar. Foi tempo mais do que suficiente para que o italiano conseguisse estudar e aperfeiçoar tudo aquilo que aprendeu. 

Convidado pela Federação Albanesa de Futebol, Di Biasi não pensou 2 vezes antes de dizer que sim. 28 jogos e 10 vitórias passadas Di Biasi conseguiu colocar a Albânia no topo do futebol europeu uma vez mais. 

Integrados no grupo I na fase de qualificação, os albaneses surpreenderam ao conseguirem alcançar o segundo lugar e ultrapassarem até a Selecção da Dinamarca. 

Recordemos ainda que Di Biasi conta com 2 importantes jogos e resultados importantes para que isso pudesse ter acontecido. 

A Albânia venceu a Selecção Portuguesa por 1-0 logo no primeiro jogo e conseguiu alcançar um empate frente à Dinamarca logo no segundo encontro. 

A Albânia surpreendeu ao vencer a Selecção Portuguesa (Foto: DailyMail uk )
A Albânia surpreendeu ao vencer a Selecção Portuguesa (Foto: DailyMail uk )

Feitas as contas, após 4 vitórias, 2 empates e 2 derrotas a presença da Albânia no Euro estava garantida e o principal culpado foi mesmo o treinador.... 

Futebol Internacional