Portugal x Áustria : Ninguém merece!

Foi por pouco! Tão pouco... Nem as dezenas de tentativas, nem o penalti mudaram a história deste jogo. A Selecção das quinas empata a zeros com a Áustria e deixa tudo para ser decidido e nesse sim, não há desculpas, nem margem de erro!

Portugal x Áustria : Ninguém merece!
Portugal x Áustria : Ninguém merece!
Portugal
0 0
Áustria
Portugal: Rui Patrício, Vieirinha, Ricardo Carvalho, Pepe e Raphael Guerreiro, William Carvalho, Moutinho e André Gomes (Éder min 83), Nani (Rafa min 88), Quaresma (João Mário min 70) e C. Ronaldo.
Áustria : Almer; Klein, Prodl, Hinteregger e Fuchs; Ilsanker (wimmer min 86) e Baumgartlinger; Harnik, Alaba ( Schöpf min 65) e Arnautovic; Sabitzer (Hintersegeer. min 84).
ÁRBITRO: Nicola Rizzoli (ITA). Amarelados: Quaresma (min 30) Pepe (min 39) Harnik (min 47) Fuchs (min 60) Hinteregger (min 78) Schöpf. (min 86)
INCIDENCIAS: Euro 2016. Fase de grupos. Grupo F. Jornada 2. Parque dos Príncipes

11 Milhões a torcer, 23 no Parque dos Príncipes a lutar e nem assim, nem assim Portugal marcou. Azar? Só pode. Nos 23 remates conseguidos e um penalti falhado a verdade é que a equipa portuguesa continua sem vencer neste Euro 2016.

Portugal foi superior, teve oportunidades mais do que suficientes, mas o 0-0 foi mesmo o resultado final. E por falar em Final é isso mesmo que vai ser o jogo com a Hungria, que lidera o Grupo E com 4 pontos. 

Um Festival! De tentativas... 

A Selecção Portuguesa sabia bem que para o jogo de hoje os golos eram o que se queria. Por isso mesmo Fernando Santos fez sair Danilo e João Mário para dar entrada a William Carvalho e Ricardo Quaresma. 

Desde o inicio que se percebeu que a equipa portuguesa queria golos. Muitos. E desta vez até os adeptos portugueses presentes nas bancadas gritaram para toda a gente ouvir. 

Por outro lado, a Áustria entrou a medo. A equipa de Koller até assustou e apesar de Harnik poder brincar como queria à frente da defesa lusa, o controlo do jogo foi mesmo Português e houve tempo para toda a gente tentar... 

Foram muitas as tentativas desperdiçadas
Foram muitas as tentativas desperdiçadas

Nani, Quaresma, Ronaldo, André Gomes e Guerreiro criaram ocasiões de golo, mas a verdade é que nenhuma delas se concretizou! Faltava o intervalo, recarregar energias e respirar fundo... Na segunda parte os golos haveriam de aparecer, certo? 

Nem em dia de festa! 

Errado. Se na primeira parte houve oportunidades para todos os gostos também na segunda parte houve tempo para tudo. 

Ronaldo estava em dia de festa, menos no que a golos diz respeito. O Capitão da Selecção Portuguesa tornou-se hoje no mais internacional de sempre e nem quando aos 87' foi chamado a marcar a grande penalidade a bola entrou! Foi ao poste! 

Ronaldo atirou ao poste!
Ronaldo atirou ao poste!

E não há muito mais que se possa dizer, numa noite em que a Selecção Nacional falhou, o mérito também vai para Almer! O guarda-redes austríaco defendeu tudo e este lá sempre pronto para negar as tentativas portuguesas. 

Agora vem a Hungria... a líder do Grupo E, com mais 2 pontos que a equipa Portuguesa. É a Final das finais... e Fernando Santos já o disse. Acabaram as desculpas, a calculadora está na mão e há duas opções..... ganhar, ou ganhar!