Euro 2016: Dia 12 - oitavos de final definidos

Islândia, Portugal, Bélgica e República da Irlanda juntaram-se às já apuradas Itália e Hungria, seguindo em frente na prova.

Euro 2016: Dia 12 - oitavos de final definidos
Já são conhecidos os 16 finalistas da competição. (Fonte: Site Oficial do Euro 2016)

A fase de grupos do Euro 2016 terminou esta quarta-feira, com quatro jogos dos grupos E e F. No final, Islândia, Portugal, Bélgica e República da Irlanda seguiram em frente, fazendo companhia às já apuradas Itália e Hungria. 

Grupo F - Áustria fica pelo caminho

Hungria 3-3 Portugal 

Portugal entrava em campo decidido a vencer a partida, mas uma Hungria surpreendente marcou por três vezes e não permitiu que a turma de Fernando Santos fosse além do empate. 

Sempre a correr atrás do prejuízo, Portugal sofreu o primeiro golo logo aos 19', por intermédio de Gera Zoltan e levou cerca de 23 minutos até conseguir restabelecer o equilíbrio no marcador, altura em que Nani respondeu da melhor forma a uma assistência de Cristiano Ronaldo.

As equipas seguiram empatadas para intervalo, mas a segunda parte voltou a trazer surpresas para a equipa lusa. Logo aos 47', Balázs Dzsudzsák (que acabaria por bisar aos 55'), colocou novamente a já qualificada Hungria em vantagem. Do lado português, Cristiano Ronalo apareceu e fez o que melhor sabe fazer, bisando aos 50' e 62', levando a seleção das quinas à conquista de mais um ponto crucial. 

A partir do último golo, a Hungria ainda esteve perto de dar um ar da sua graça - atirando uma bola ao ferro -, mas ambas as equipas (apuradas com esse resultado) acabaram por prolongar o jogo sem arriscar em demasia, algo visível nas alterações promovidas pelo técnico português, que aos 81 minutos retirou Nani para colocar Danilo e segurar o empate, que garantia a continuidade na prova.

Islândia 2-1 Áustria

No outro jogo do Grupo F, foi a Islândia a seguir em frente, vencendo a Áustria por duas bolas a uma.

Num jogo em que a Áustria parecia oferecer a iniciativa ao adversária, atuando de forma recuada no terreno, aos 18 minutos, Jon Bodvarsson abriu a contenda e colocou os islandeses na frente do marcador. Obrigados a reagir, foi através de Alessandro Schopf (60') que a Áustria chegou ao empate, numa fase da partida em que já tinha falhado um penalty, por Aleksandar Dragovic, aos 37'.

Num período final emocionante, os austríacos procuravam a reviravolta, mas foi a Islândia a consumar a vitória. Aos 90'+4, Arnor Traustason marcou e entregou à Islândia o segundo lugar na tabela classificativa, deixando a seleção da Áustria pelo caminho.

Desta forma, a classificação final ditou que a Hungria passasse em primeiro lugar, com os mesmos 5 pontos que a Islândia, seguidas de Portugal, em terceiro e com 3 pontos.

Grupo E - Irlanda segue em frente, Suécia fica em último

Itália 0-1 República da Irlanda

Sabendo de antemão que já estava qualificada para os oitavos de final, a seleção italiana promoveu algumas alterações no onze e acabou por permitir aos irlandeses que tomassem o comando da partida, na primeira parte. No entanto, e apesar de conseguir chegar junto da área adversária com alguns elementos, os azzurri fechavam os espaços e iam conseguindo adiar o tão desejado golo, mas não foram capazes de o impedir. 

Na segunda metade, ainda que com um papel ligeiramente mais ousado (Insigne atirou ao poste aos 77'), a Itália continuava com uma muralha defensiva que, aliada à incontornável passagem do tempo, colocava cada vez mais pressão sobre a República da Irlanda. 

O momento de felicidade para os The Boys in Green surgiu apenas aos 85', com Robbie Brady a aproveitar um cruzamento de Wes Hoolahan para cabecear e levar a melhor sobre Sirigu (que rendia Buffon na equipa italiana). 

Suécia 0-1 Bélgica

Um empate bastava para os belgas e, talvez por isso, a formação de Marc Wilmots foi deixando que a Súecia tivesse maior posse de bola. No entanto, as escassas soluções dos suecos - que, frequentemente, viam em Ibra a solução milagrosa para seguir em frente - acabaram por se pagar demasiado caro.

O jogo até poderia ter corrido de feição aos nórdicos, que tiveram alguns livres perigosos junto da área belga, ainda com um nulo no marcador, mas, quer devido a um erro de arbitragem, quer devido à pouca magia de Ibrahimovic, acabaram por ser os belgas a levar a melhor.

Aos 62', mesmo sem estar particularmente inspirado, Ibra chegou mesmo a colocar o esférico no fundo das redes adversárias, mas o árbitro da partida anulou - e mal - o golo, considerando ter existido um alegada falta de Marcus Berg.

Com razões de queixa da arbitragem, os suecos acabaram por ser eliminados quando Radja Nainggolan, aos 84', selou as contas, num belo remate cruzado, sem hipóteses para Andreas Isaksson.

Desta forma, o grupo E terminou com Itália e Bélgica em primeiro e segundo lugar, respetivamente e ambas com 6 pontos, e com a República da Irlanda em terceiro, com 4 pontos.

Os oitavos de final

Na fase seguinte, a Hungria, a Islândia e Portugal enfretarão, respetivamente, a Bélgica, a Inglaterra e Croácia, enquanto que a Itália e a República da Irlanda terão pela frente a Espanha e a França.

Continue a acompanhar o Euro 2016 aqui, em Vavel Portugal.

Futebol Internacional