RX ao Grupo D do Euro: Perisic, o matador que valeu a liderança croata

O Grupo D do Euro 2016 teve o prazer de contar com uma incrível nação croata, onde se destacou claramente Pesisic, autor do golo que renegou a Espanha para o 2º lugar do grupo. A Turquia e a República Checa, por sua vez, desiludiram, e irão assistir aos oitavos no conforto do sofá.

RX ao Grupo D do Euro: Perisic, o matador que valeu a liderança croata
Croácia e Espanha são as equipas do grupo que passam à próxima fase

O Grupo D do Europeu de França foi ganho pela equipa que tem praticado o melhor futebol da prova. A Croácia superou a Espanha e conta no seu ataque com um Perisic demolidor que merece todo o relevo VAVEL. O goleador Morata é também digno de destaque, somando já 3 tentos na competição. A Turquia terminou o grupo na 3ª posição e o sonho de qualificação tornou-se num pesadelo que faz com que turcos e checos já estejam a caminho de casa.

Perisic, o craque que travou a Campeã Espanha

A figura do grupo D do Europeu é sem dúvida Perisic. O polivalente atacante do Inter de Milão esteve endiabrado e fez o gosto ao pé por duas vezes. Destes 2 festejos, o mais saboroso verificou-se ao minuto 87 do Croácia x Espanha. O jogador croata abriu o Champagne e furou as redes de De Gea perto dos 90'. Este tento garantiu o 1º lugar do grupo com 7 pontos, obrigando a Espanha a contentar-se com a 2ª posição, com 6. O golo da vitória resultou numa derrota espanhola em fases finais de europeus 12 anos depois, o que atribui ainda mais relevo ao tiro certeiro do croata.

O atacante marcou também no empate diante a República Checa e tem sido, a par de Modric, o jogador mais decisivo dos croatas na caminhada até aos oitavos, onde Perisic será uma seta apontada às redes de Rui Patrício. Em termos técnico-tácticos Perisic alinha na ala esquerda, onde perfuma o jogo croata com habilidades soberbas. No entanto, o segredo de Perisic reside na capacidade que o jogador tem em aparecer na área para finalizar, sendo difícil de parar tacticamente.

Croácia, a equipa revelação

A qualidade dos jogadores croatas há muito que é conhecida, mas a evolução desses jogadores tem vindo a revelar-se muito na forma como jogam enquanto colectivo forte. Craques como Rakitic, Modric ou Perisic são apenas 3 exemplos da excelência croata que relegaram a Espanha para o segundo lugar do grupo. A qualificação para os oitavos já era aguardada, mas terminar na liderança do grupo é de facto fantástico. A equipa somou 7 pontos e ainda não conheceu o sabor da derrota, dados notáveis que devem, no mínimo, colocar muito respeito a Portugal na partida dos oitavos de final.

A Croácia celebrou a passagem aos oitavos de final
A Croácia celebrou a passagem aos oitavos de final, e é das seleções que conta com um melhor futebol praticado // Foto: Getty Images

Turquia, a desilusão de uma equipa que acordou tarde

A Turquia era apontada como a selecção que poderia beliscar o favoritismo da Espanha e da Croácia, mas os 3 pontos somados na vitória diante a República Checa foram insuficientes para festejar o apuramento. Nos 2 primeiros jogos a Turquia apresentou uma estrutura defensiva amadora para uma equipa profissional, permitindo aos espanhóis e aos croatas espaços para vencerem os turcos facilmente. A táctica foi demasiado ofensiva perante oponentes mais valiosos, facto que ditou uma diferença de golos que afastou a Turquia da rota dos melhores terceiros classificados dos 6 grupos do Euro. A estrela Turan partiu de França de forma discreta, depois de ter sido sem dúvida um dos maiores flops da 1ª fase do Europeu. A Turquia acordou tarde na luta pelo apuramento e a eliminação acaba por ser justa.