França x Rep. Irlanda : surpresas e surpreendidos

A Selecção francesa atingiu esta tarde os quartos de final deste Euro 2016 ao bater a República da Irlanda por 2-1. Os gauleses ainda estiveram a perder, mas valeu o brilhantismo de Griezmann na segunda parte a fazer sonhar a nação.

França x Rep. Irlanda : surpresas e surpreendidos
Griezmann foi o homem da vitória francesa esta tarde | Foto: Facebook Euro 2016

O jogo não foi bonito, mas foi eficaz. O jogo não foi táctico, mas foi rápido e no final das contas foi a equipa de Didier Deschamps a seguir em frente, mas ainda estiveram a perder. 

Inspira, respira... e corre

Ainda o jogo não tinha um minuto e já a Selecção Francesa estava a fazer contas à vida. Uma falta infantil de Pogba sobre Long ao minuto 1 obrigou Rizzoli a apontar para a marca de grande penalidade. 

Chamado a marcar, Brady não perdoou e atirou forte, Lloris para um lado, bola no poste e golo. Assim, sem mais nem menos e para surpresa de todos a Irlanda estava na frente. 

Brady fez o segundo golo mais rápido de sempre em fases finais de Europeus | Foto: Facebook Euro 2016
Brady fez o segundo golo mais rápido de sempre em fases finais de Europeus | Foto: Facebook Euro 2016

O golo fez mexer as equipas e a partir daí foi tempo de ver correr e ver jogar. Rápido, interessante, muito conseguido das alas para dentro, era assim que ambas as formações estavam perante a adversária. 

Depois foi a vez de sucessão de tentativas francesas... Payet, Griezmann e Pogba tentaram quantas vezes foram possíveis, mas a verdade é que ou a bola saía ao lado ou estava lá Randolph a dizer que não. 

Mas engane-se quem pensa que a Irlanda se encolheu. Os irlandeses ainda assustaram Lloris por duas vezes, valendo sempre a atenção também de Koscielny a dizer que não às investidas da equipa de Martin O'neill. 

Até ao intervalo, a França permaneceu forte e já no tempo de compensação foi a vez da Irlanda e do quarteto defensivo, dar o corpo.... às bolas. A segunda parte prometia bom futebol e os adeptos gauleses nunca deixaram de acreditar. 

Quatro minutos de Griezmann

Didier Deschamps fez entrar Coman para lugar de Kanté e a verdade é que desde muito cedo se notaram grandes melhoras no estilo de jogo francês e não demorou assim tanto tempo até dar resultado. 

Aos 48', depois de um livre de Payet, Koscielny cabeceou forte, mas aos 52' foi a vez da própria Irlanda ter o segundo golo muito perto. Long falhou o pontapé e valeu a preponderância de Lloris a dizer que não. 

O susto parece ter feito acordar muito mais a equipa francesa e aos 55' Matuidi apareceu! O remate forte e colocado fez levantar as bancadas, valendo uma vez mais a atenção de Randolph!

Dois minutos depois foi Griezmann quem fez a diferença. Num lance de contra-ataque pela direita, Payet fez o cruzamento perfeito para a subida ao segundo andar do avançado francês! Estava reposta a igualdade, estava feito o empate. 

Payet e Griezmann festejando o golo do empate | Foto: Facebook Euro 2016
Payet e Griezmann festejando o golo do empate | Foto: Facebook Euro 2016

E aos 61' o bis. Desta vez com assistência de Giroud. Novo contra-ataque, novamente pela direita e claro.. novo golo. A França estava na frente uma vez mais! 

Até ao final o resultado não mais se alterou. A Irlanda desnorteada acabou a jogar com menos um homem depois de Duffy ter travado Griezmann que seguia isolado para a baliza irlandesa. 

Contas feitas, a equipa francesa segue então para os quartos de final num jogo que começou a perder, mas onde provou que ainda consegue fazer golos antes dos 89'. 

A equipa de Deschamps irá encontrar ainda o vencedor do jogo entre a Inglaterra e a Islândia que se defrontam amanhã.