Final "quente" do Euro já mexe: Fernando Santos e Deschamps não dão tréguas e querem vencer

Como já é hábito, os dois selecionadores de Portugal e França falaram sobre aquela que será a partida mais "quente" e esperada deste Euro 2016. Duas equipas, um jogo decisivo, e uma coisa certa: vencer é o objetivo de ambos os técnicos.

Final "quente" do Euro já mexe: Fernando Santos e Deschamps não dão tréguas e querem vencer
Fernando Santos falou esta tarde em conferência de imprensa, na antevisão da final Europeia deste domingo

O momento mais esperado do Euro 2016 chega já amanhã: Portugal e França defrontam-se em Paris para ver qual será o próximo Campeão Europeu de seleções. Um título que foge a Portugal há 12 anos, mas que a França não quer deixar alcançar. Nas 4 linhas pode acontecer qualquer coisa, mas uma coisa ambos os treinadores deixaram bem claro: é uma partida para vencer. 

Didier Deschamps: "Este é especial porque há um título à espera na final"

O selecionador francês mostrou ambição e, contrariamente ao que muitos dos seus compatriotas têm feito, valorizou Portugal e o seu estilo de jogo: "É uma equipa que tem muita experiência, muito bem organizada, sabe alterar o seu jogo em função do adversário", afirmou, elogiando as capacidades defensivas de Portugal, dizendo que "tem uma defesa muito sólida, com Pepe, Fonte, William Carvalho, tem também Raphael Guerreiro, que joga aqui em França, Cedric". Para Deschamps, "é uma equipa que não sobe muito no terreno, mas parte rápido para contra-ataque. Não estou a dizer que só defende, mas defende muito bem. É normal que achem que podem ser campeões europeus". O técnico afirmou ainda que "Portugal tem muito talento, não chegou à final por acaso" referindo que, apesar de ter tido problemas no início, tem vindo a melhorar. 

Didier Deschamps quer a vitória neste domingo // Foto: abola.pt
Didier Deschamps quer a vitória neste domingo // Foto: abola.pt

Como não poderia deixar de ser, Cristiano Ronaldo também foi tema: "Se há alguma forma de o travar, ainda ninguém a encontrou. Tem muitos atributos físicos e atléticos". O técnico recusou também o favoritismo, considerando que não há pressão para a sua seleção por jogarem em casa: "Pressão não sei. Este é especial porque há um título à espera na final". Para Deschamps o que é preciso é "preparar o jogo como deve ser", garantindo que os seus jogadores "estão preparados a 100%". O técnico afirmou ainda que a França precisa de entrar no jogo descontraída e concentrada. 

Fernando Santos: "Acredito que agora Portugal vai marcar a história"

Não é segredo que chegar à final do Euro sempre foi uma intenção de Fernando Santos, que agora vê esse sonho tornar-se realidade. Apesar do mérito da seleção, muitas têm sido as críticas, e foi com ironia que o selecionador nacional afirmou que o seu desejo é que "continuem a dizer a mesma coisa, que Portugal ganhou sem merecer. Iria todo contente para casa!". Fernando Santos defendeu ainda a sua equipa: "Esta não é a melhor final porquê? Por Portugal não ganhar muitos jogos? Uma coisa é pensar, outra coisa é a verdade. Estamos cá porque vencemos os outros jogos, por isso esta é a final que tem de ser". 

O selecionador das quinas afirmou a sua convicção de que Portugal vai fazer História
O selecionador das quinas afirmou a sua convicção de que Portugal vai fazer História

O selecionador das quinas reconheceu ainda o favoritismo da França, mas não lhe atribuiu importância: "Chegando à final, e por jogar em casa, será a favorita. Mas uma coisa é ser favorita, outra é ter de ganhar. Acredito que quem vai ganhar é Portugal". Fernando Santos falou também da pressão que a França enfrenta, por jogar em casa, que desvalorizou, classificando os jogadores como "muito experientes, com um treinador também muito experiente". 

O comandante dos Heróis do Mar falou ainda das estatísticas não favoráveis a Portugal, que já perdeu três meias-finais com os gauleses, declarando que Portugal não vai jogar contra a tradição, mas sim "com a França que é, de facto, uma grande equipa. (...) São números e estatísticas que nada vão trazer ao jogo. Tenho a certeza que da nossa parte haverá grande concentração, vontade, determinação, empenho". O técnico deixou a sua convicção bem clara: "Nunca houve uma final Portugal - França. Acredito que agora Portugal vai marcar a História". 

Fernando Santos confia em Cristiano Ronaldo e no seu talento // Foto: Facebook Seleções de Portugal
Fernando Santos confia em Cristiano Ronaldo e no seu talento // Foto: Facebook Seleções de Portugal

Como não poderia deixar de ser, o técnico falou ainda do astro Cristiano Ronaldo, defendendo o seu talento: "Fui treinador dele há 13 anos, coloquei-o a jogar na inauguração do estádio do Sporting e no dia seguinte foi para Manchester. Já nessa altura era um fenómeno, em termos de talento, vontade de ganhar, determinação. Era um jogador impressionante, acho que depois disso nunca mais parou de evoluir, porque quer sempre mais e mais". Para finalizar as suas declarações, Fernando Santos revelou ainda o que espera dos portugueses. "Que acreditem tanto como eu e como os meus jogadores. É nisso que os portugueses devem acreditar, que há um grupo inteiro que tudo vai fazer para lhes dar a maior alegria de sempre em termos de futebol".