Tumulto sócio-político na Turquia: Bruma pediu para ser transferido

O extremo português poderá estar de partida do Galatasaray: a situação de tumulto sócio-político vivida na Turquia levou o jogador a requirir à direcção do clube de Istambul o arranque das negociações pelo seu passe. O cenário de empréstimo também está em equação por parte do jogador.

Tumulto sócio-político na Turquia: Bruma pediu para ser transferido
Foto: Getty Images

A presumível tentativa de golpe de Estado vivida na Turquia acelerou um processo de instabilidade sócio-política que deixou Bruma inclinado a abandonar o país e o seu actual clube, o Galatasaray. Campeão turco na época passada, o extremo de 21 anos já não vê o seu futuro na Turquia: «Fui campeão aqui, mas a situação na Turquia preocupa-me. Eu sei que o clube não tem culpa, mas eu também não», explicou, em declarações à sua assessoria de imprensa.

Transferido do Sporting para o Galatasaray na temporada 2013/2014, Bruma já esteve emprestado aos turcos do Gaziantepspor e aos espanhóis da Real Sociedad, não sendo de excluir que possa voltar a ser cedido caso não seja encontrada uma solução definitiva. «Existe receio. Eu próprio tenho receio quando saio de casa. Não quero viver sozinho e sempre preocupado com o dia de amanhã. Por isso é que já pedi para me deixarem sair», revelou.