Play-off Champions League: RX Roma

A Roma apresentar-se-á no Dragão para defrontar o FC Porto num apreciável momento de forma mas ainda com o seu sector defensivo indefinido face à lesão que afecta Antonio Rudiger.

Play-off Champions League: RX Roma
| Foto: Spor.it

Quis o caprichoso sorteio juntar no play-off de acesso à Liga dos Campeões, na mesma eliminatória e em confronto directo, dois dos maiores candidatos entre todos os presentes a ocupar um lugar na prova milionária, FC Porto e Roma. Olhando ao poder desportivo e financeiro dos ’giallorossi’, será uma certeza que este novo dragão será levado ao seu limite de momento.

Para levar de vencido o conjunto sediado na capital italiana, o FC Porto estará ciente da obrigação em ser superior à sua ’versão’ da época passada, bem menos produtiva e ultrapassada com toda a justiça pelo Sporting na disputa por um lugar de acesso directo à Champions; desta feita, para fazer parte desta prova de elite, os azuis-e-brancos têm pela frente um adversário com valia mais do que suficiente para participar nessa mesma competição.

Defesa indefinida 

Fazendo jus ao país que representa, neste momento o ponto forte desta Roma será a sua defesa… ou seria? Isto porque o sector mais recuado da turma italiana vinha sendo liderada pelo alemão Antonio Rüdiger, internacional pela poderosa Alemanha e até ao início da temporada transacta pretendido… pelo FC Porto devido à sua velocidade na movimentação e o extraordinário posicionamento que o tornariam sem grande margem para dúvidas no patrão da defensiva romana nesta eliminatória que será quase garantidamente discutida a palmo… caso não estivesse lesionado.

  Rüdiger está lesionado e não pode enfrentar o FC Porto
Rüdiger está lesionado e não pode enfrentar o FC Porto

Fisicamente indisponível face à grave lesão que contraiu num dos joelhos em Junho último, o alemão poderá ainda assim estar até de saída face aos inúmeros candidatos que possui pela sua contratação, abrindo assim ainda mais a dúvida sobre qual vai ser a defesa a apresentar perante o dragão.

Não deixa de ser curioso o facto de os azuis-e-brancos terem pela frente o conjunto que vai abrir a Serie A italiana no próximo Sábado. Porém, antes disso e de receber a Udinese no mítico Olímpico, esta Roma terá também algo a provar e esse teste será já na próxima 4ª feira em pleno Dragão uma vez que terá pela frente o primeiro confronto oficial depois de uma pré-temporada muito bem sucedida não só pelos sucessivos triunfos como acima de tudo pela qualidade dos oponentes que os romanos tiveram pela frente.

As dificuldades superadas na pré-temporada 

Até a visita à Cidade Invicta, os ‘giallorossi’ atropelaram (16-0!) o anónimo Pinzolo Campiglio, bateram os russos do Terek Grozny, o Liverpool que em tão boa forma se encontra (goleou Barcelona e Arsenal) e ainda os Montréal Impact, emblema canadiano que compete na MLS, Liga profissional dos EUA.

Em suma, retirando obviamente o modesto adversário com que iniciou a pré-época, a Roma competiu ante um poderosíssimo emblema como o Liverpool e dois adversários com a preparação mais adiantada como o Terek (já iniciou a Liga russa) e os Impact, que desde Março se encontram em competição e por essa razão se encontram a meio da sua época. Falta agora o dragão tomar o pulso a estes gladiadores.