No El Madrigal, génio de Bernardo Silva deu vantagem ao Mónaco

Ontem, no reduto do Villarreal, o Mónaco entrou a ganhar mas precisou do génio de Bernardo Silva para sair do El Madrigal com a vitória. Aos 72 minutos, o médio luso fixou o resultado da primeira mão do 'play-off' em 1-2 e deixou a formação monegasca em boa posição para garantir a presença na Liga dos Campeões.

Villarreal
1 2
Mónaco
No El Madrigal, génio de Bernardo Silva deu vantagem ao Mónaco
Foto: AFP/Getty Images

Na luta por um lugar entre os melhores da Europa, a formação monegasca treinada por Leonardo Jardim deslocou-se a Espanha para medir forças com o Villarreal. Com João Moutinho e Ivan Cavaleiro no banco de suplentes, o Mónaco teve no talento de Bernardo Silva um dos seus grandes trunfos. O jovem médio ofensivo esteve em destaque no triunfo forasteiro, marcando o golo que, aos 72 minutos, selou a vitória da equipa francesa, por 1-2.

Pato esforçou-se, mas Bernardo deixou Mónaco em vantagem 

Naquele que foi o primeiro duelo da História entre as duas formações, o Mónaco entrou melhor na partida, chegando ao golo inaugural logo aos 3 minutos, através da eficaz conversão de uma grande penalidade: o jovem Thomas Lemar foi derrubado na área de rigor pelo central Alfred N'Daye, e Fabinho, com tranquilidade, bateu o «keeper» Sergio Asenjo.Vantagem monegasca, à qual se seguiu a reacção caseira.

O empate viria ainda no decorrer da primeira parte, através de um cabeceamento certeiro do avançado Alexandre Pato; o atleta tinha já avisado o guarda-redes Daniel Subasic, e, aos 36 minutos, o empate consumou-se graças à cabeçada certeira do internacional brasileiro, um dos melhores elementos em campo - a nova contratação do Villarreal estreava-se assim da melhor forma, com um golo perante a plateia do 'Submarino Amarelo'.

O ascendente da formação orientada por Fran Escribá foi contrariado aos 72 minutos de jogo, com uma jogada individual de Bernardo Silva, que, sem travão, furou a defensiva espanhola e rematou na diagonal, batendo Asenjo sem apelo nem agravo. O talento do ex-benfiquista de 22 anos gelou o El Madrigal e deixou o Villarreal em maus lençóis na eliminatória europeia. O jogo não terminou sem que um cartão vermelho fosse exibido: Benjamin Mendy viu dois amarelos e, aos 86 minutos, deixou a equipa francesa em inferioridade numérica.

Holofotes da Europa miram arranque de época de Bernardo Silva

Depois de eliminar o Fenerbahçe de Vítor Pereira, o Mónaco colocou-se assim numa boa posição para garantir, na segunda mão (perante o seu público) a presença na fase de grupos da Liga dos Campeões 2016/2017. Em foco pelas jogadas imprevisíveis e pela visão de jogo apurada, Bernardo Silva volta a brilhar perante os holofotes da alta-roda europeia, marcando o seu segundo golo nesta nova temporada - recorde-se que, diante do Guingamp, para a Ligue 1, o luso impedira a derrota da sua equipa, ao empatar a contenda aos 84 minutos.