Liga dos Campeões: Dy(em)bala Juventus frente ao Barcelona

A Juventus venceu o Barcelona por 3-0, na primeira mão dos quartos-de-final da Liga dos Campeões. O jogo entre Borussia Dortmund e Monaco, foi adiado para quarta-feira.

Liga dos Campeões: Dy(em)bala Juventus frente ao Barcelona
Liga dos Campeões: Dy(em)bala Juventus frente ao Barcelona

Começamos pela parte mais triste desta noite europeia. O autocarro do Borussia Dortmund, foi alvo de três engenhos explosivos que danificaram o meio de transporte, que levava o clube alemão para o estádio, de forma a jogar o encontro frente ao Monaco, nos quartos-de-final da Liga dos Campeões.

O autocarro sofreu vários danos, e o central Marc Bartra foi atingido pelos estilhaços dos vidros, tendo sofrido cortes no rosto e braço, estando de resto a ser operado ao membro superior. Ao que tudo indica as explosões foram activadas a longa distância, de forma a atingir o autocarro aquando da sua passagem.

A partida será jogada esta quarta-feira à tarde, estando o outro jogo, que se disputa na Alemanha entre Bayern Munique e Real Madrid, a ser já alvo de medidas de segurança reforçadas, nomeadamente aos autocarros de ambas as equipas.

No que ao futebol diz respeito o único desafio desta noite jogou-se em Turim, onde a Juventus recebeu o Barcelona numa reedição da final de 2015, ganha pelos catalães por 3-1.

No entanto tudo foi diferente, e os italianos não deram qualquer hipótese, ganhando por 3-0. O primeiro golo surgiu logo aos sete minutos, pela figura do encontro Paulo Dybala, a rematar em jeito perto da pequena área.

Andrés Iniesta teve nos pés o empate, mas Buffon com uma grande defesa, negou os festejos do médio catalão. Paulo Dybala repetiu a dose ao minuto 22', com mais um pontapé colocado batendo pela segunda vez Ter Stegen. O argentino bisava e deixava a Juventus mais confortável.

Na segunda parte o central Chiellini na sequência de um pontapé de canto, atirou de cabeça para o fundo das redes do Barça, fazendo o resultado final. A partir daqui os «culés», tentaram chegar ao golo, mas os remates saíram sempre desenquadrados com a baliza italiana.

Agora na segunda mão o Barcelona tem pela frente mais uma «remontada» épica, se quiser chegar às meias-finais da liga milionária.