Alex esteve na Invicta mas exames médicos cancelaram acordo

O defesa central de 34 anos esteve no Porto para realizar exames médicos e, posteriormente, assinar um contrato com o clube do Dragão, mas o seu historial de lesões deixou sérias dúvidas aos responsáveis portistas. O negócio caiu por terra após divergências na duração do contrato, resultantes dos exames médicos do brasileiro.

Alex esteve na Invicta mas exames médicos cancelaram acordo

O negócio esteve por horas, mas, após a realização dos exames médicos, o acordo entre o defesa central brasileiro Alex e o FC Porto tornou-se quase uma miragem. Na passada Quinta-feira, o internacional 'canarinho' esteve no Porto para levar a cabo os trâmites processuais antes da assinatura do contrato, mas os exames médicos revelaram um historial de lesões nos joelhos que deixou os responsáveis médicos portistas apreensivos. Daí à derrocada do negócio foi um pequeno passo.

Devido ao boletim clínico do central de 34 anos (que, segundo o jornal Record, apresentou várias mazelas nos joelhos), o FC Porto recuou na intenção de assinar com o jogador um contrato de dois anos, propondo, ao invés, uma ligação de uma temporada, proposta prontamente recusada pelo ex-jogador do AC Milan. O acordo tornou-se, por agora, inviável; o clube portista voltou ao mercado para encontrar outra opção para o eixo defensivo. Ainda assim, não está totalmente colocada de parte uma renegociação entre as partes.