Atirar a toalha

Derrota em Braga coloca em causa - ainda mais - as aspirações do Sporting na temporada. Em poucas semanas, os 'leões' deixaram de aspirar ao título para terem de defender um terceiro lugar que, por si só, já não era o objetivo. A Champions está cada vez mais longe.

Atirar a toalha
Jorge Jesus, treinador do Sporting. GettyImages

A situação do Sporting preocupa. Depois de não ter perdido uma única vez nas primeiras 20 jornadas do campeonato português, o emblema 'verde e branco' já sofreu três derrotas na Liga NOS (todas fora de casa, em Estoril, Porto e Braga, por esta ordem) e, agora, está obrigado a lutar até à última para ficar no pódio. O terceiro lugar, recorde-se, não dá acesso às eliminatórias de qualificação da próxima Liga dos Campeões.

No Minho, neste último sábado, os pupilos de Jorge Jesus assinaram uma exibição bastante aquém das expectativas, que foi castigada com um golo do central brasileiro Raúl Silva a três minutos dos 90', já depois de Cristiano Piccini ter sido expulso. Um golo que deu os três pontos ao Sporting de Braga e reacendeu a luta pelo terceiro posto.

Isto porque o triunfo deixa a equipa de Abel Ferreira no quarto lugar da liga com 64 pontos, apenas menos um que o Sporting, o terceiro classificado. Significa isto que os 'leões' já estão mais perto do quarto posto do que da liderança, ou até da segunda posição.

A seis jornadas do final  do campeonato português, a turma lisboeta vê-se obrigada a redefinir objetivos: a luta pelo título nacional, que já lhe foge há quase 16 anos, é comutada pela defesa de um lugar no pódio que, verdade seja dita, sabe a pouco em Alvalade.

O próprio Jorge Jesus, no final do encontro no Municipal de Braga, admitiu que as coisas estão complicadas para a sua equipa: "Está mais difícil, não vamos ignorar isso. Mas temos que continuar. Não podemos ignorar o campeonato, ficámos mais longe do segundo lugar. Agora, vamos olhar para as outras competições. Até agora, fizemos 50 jogos, é fruto de estarmos em todas as frentes. Não estamos arredados, mas está muito difícil".

A partida de sábado marcou, portanto, o adeus do Sporting à luta pelo campeonato. Matematicamente, os 'leões' ainda têm hipóteses de chegar ao topo da classificação, mas a esperança já se esfumou por completo em Alvalade.