Potência de Herrera

O SL Benfica recebeu, hoje, o segundo classificado da Liga NOS, FC Porto, em partida da jornada 30º. O “clássico” decidiu-se nos minutos finais, com um pontapé de Hector Herrera. O FC Porto venceu o SL Benfica por 1-0.

Potência de Herrera
Fonte: zerozero.pt

O SL Benfica apresentou um 11 sem o goleador da liga. Jonas ficou de fora devido a lesão. No lugar dele, Rui Vitória apostou em Jiménez. Titular do jogo passado onde tinha marcado dois golos. Já Sérgio Conceição apostou em Marega, que tinha recuperado de lesão.

A partida iniciou-se, e desde do seu princípio a intensidade sobrepôs-se. Os primeiros minutos eram de luta, mas sem causar qualquer tipo de perigo em ambas as balizas.

Decorridos cerca de 20 minutos de jogo, e o Benfica dava sinal. Num primeiro momento, um remate ao poste salvava o FC Porto, e aos 22 minutos, Cervi entra na área pelo lado esquerdo e remata, mas encontra a oposição de Casillas.

Aos 25 minutos, Soares responde. Entra na área, mas o seu remate sai ao lado.

O final da primeira parte ficaria marcado por mais oportunidades de golo, de ambas as equipas.

44 minutos de jogo, e pizzi, situado perto da marca de penalty remate à figura e Casillas defende. Uma defesa importante, que manteve o nulo. Logo de seguida, Marega tenta a sua sorte. Remata ao lado do poste direito, a passe vindo da sua direita.

O nulo manteve-se até ao intervalo, e os “dragões” precisavam mais da vitória que o próprio SL Benfica.

A equipa azul e branca entrou para a segunda parte mais forte, a querer mandar no jogo. Após 3 minutos da segunda parte, de novo Marega no ataque. Desta vez, Varela encurta o espaço e defende o remate.

O meio campo começava a ser dominado pelo trio portista.

Aos 65 minutos, Brahimi, após uma arrancada pelo meio, do lateral portista, Ricardo Pereira, remata ao lado do poste direito.

O SL Benfica, com o controlo da equipa azul e branca, tentava recuperar as bolas e sair em contra-ataque. Sérgio Oliveira, já com um amarelo, numa dessas saídas, faz uma “gravata” a Grimaldo, e poderia ter visto o segundo e o conseguinte vermelho.

O jogo acabaria por ser resolvido ao minuto 90. Com um corte da defesa encarnada a ir ter aos pés do capitão portista, Hector Herrera só teve que ajeitar e rematar para fora do alcance de Bruno Varela. 0-1 era o resultado, e que se manteve até ao apito final.

O jogo acabou com a vitória portista. O primeiro lugar da tabela passa então para a equipa dos “dragões” com 76 pontos, e a equipa encarnada com 74.

A faltar 4 jornadas até ao final do campeonato, o título ainda está em disputa.