Assalto ao segundo lugar

Vitória muito - mas muito - sofrida em Portimão permite ao Sporting alcançar o Benfica na vice-liderança da Liga NOS. Bruno Fernandes brilhou com dois golaços.

Assalto ao segundo lugar
Bruno Fernandes revelou-se decisivo em Portimão. GettyImages

Na noite deste sábado, o Sporting foi ao reduto do Portimonense vencer por 1-2, em partida da 32ª jornada da Liga NOS. Um triunfo sofrido de uma equipa desgastada por uma época intensa, e que já caminha para a sua reta final.

O cansaço, de resto, voltou a estar em destaque, pela negativa, naturalmente, na exibição dos leões, tal como já tinha ocorrido na semana passada, na vitória, por 1-0, na receção ao Boavista.

Em Portimão, o conjunto orientado por Jorge Jesus teve uma entrada positiva no jogo, mas a equipa quebrou fisicamente... à passagem do quarto de hora. A partir daí, foi a turma de Vítor Oliveira a impor o seu futebol.

Os verde e brancos começaram a sentir muitas dificuldades, antes mesmo de sair a jogar, na hora de recuperar a posse da bola, e viram-se obrigados a recuar as suas linhas para evitarem ser surpreendidos - desta maneira, o Portimonense conseguia jogar no meio-campo leonino, mas não criar situações de perigo para a baliza de Rui Patrício.

Ainda assim, foi o Sporting que se adiantou no marcador. Aos 23 minutos de jogo, e após combinação com Bas Dost, Bruno Fernandes surgiu na cara do guarda-redes Leonardo, fez o chapéu, e inaugurou o marcador da partida. Após confirmação do vídeo-árbitro, o lance foi, e bem, validado - a posição do médio português era duvidosa, mas legal.

O golo, contudo, só fez o emblema lisboeta recuar ainda mais no terreno. E o Portimonense aproveitava para ir aproximando-se da área verde e branca.

Após muita insistência, o conjunto do sul do país chegou mesmo à igualdade: aos 42', Bruno Tabata, que começou o jogo na direita, mas que passou para a esquerda, por consequência da saída do lesionado Marcel Pereira, ganhou a posição a Ristovski e cruzou rasteiro para a área do Sporting, onde estava Fabrício, solto de marcação, para voltar a deixar tudo igual no resultado deste desafio. Um golo revelador da consistência coletiva do Portimonense, e que veio trazer justiça ao marcador.

E nem mesmo o intervalo foi capaz de fazer os pupilos de Vítor Oliveira perderem o ímpeto. O segundo tempo, na verdade, revelou-se bastante parecido ao primeiro, com o emblema de Portimão sempre mais perto do golo - o japonês Nakajima obrigou Patrício a um par de defesas de qualidade.

Mas quis o destino que os três pontos em disputa nesta noite voltassem para a capital com a comitiva leonina. Num lance completamente contra a corrente do jogo, à passagem do minuto 89Bruno Fernandes ficou com a bola à entrada da área, dominou-a com classe e atirou-a para o fundo das redes algarvias, com um excelente pontapé, que fixou o resultado final em 2-1.

A vitória permite ao Sporting passar a somar 77 pontos na tabela classificativa do campeonato português, os mesmos que o segundo classificado Benfica, que foi derrotado (2-3), na Luz, pelo Tondela, também neste sábado.

Com 35 pontos, o Portimonense, por seu turno, tem a 11ª posição da Liga NOS em risco até ao fecho da jornada.