Paços de Ferreira x Benfica: águia tenta voar para a cabeceira da liderança na Capital do Móvel

Depois de vencer o Zenit na Luz, o Benfica volta a entrar em campo este sábado, desta vez para defrontar o Paços de Ferreira. A moral dos encarnados está em cima mas o desafio promete-se complicado.

Paços de Ferreira x Benfica: águia tenta voar para a cabeceira da liderança na Capital do Móvel
Foto: Facebook do SL Benfica

A jornada 23 da Liga NOS ditou que Benfica e Paços de Ferreira voltassem a defrontar-se, desta feita com a Capital do Móvel a ser o palco do duelo. Um Paços de Ferreira motivado e com uma excelente prestação na Liga NOS apresenta-se como um desafio complicado para os encarnados, não obstante as inúmeras baixas significativas (10) com que conta; o Benfica, por sua vez, quererá remediar a derrota contra o Porto na Luz e fazer de tudo para seguir o Sporting de perto, esperando um deslize do adversário para chegar ao topo da tabela. A motivação das águias será também elevada depois da vitória importante desta terça-feira, frente ao Zenit. 

Benfica x Paços de Ferreira: Jonas e Guedes não deram hipótese

O jogo da primeira volta, na Luz, foi mais favorável à equipa da casa que venceu por 3 bolas a 0. O domínio dos encarnados foi evidente durante os 90 minutos e foi sem surpresas que, ao minuto 34, Jonas marcou o primeiro da partida. O Benfica foi para o intervalo com a vantagem e a missão de aumentar na 2ª parte foi bem sucedida: primeiro por Gonçalo Guedes, a fazer as bancadas levantarem-se de entusiasmo ao minuto 67', e depois com Jonas a bisar pouco mais de 5 minutos depois (73'). O Benfica acabou mesmo por conquistar 3 importantes pontos e assim voltará a tentar fazer, mas um Paços determinado, apesar de débil, promete não deixar.

Jonas e Gonçalo Guedes marcaram os golos // Foto: Facebook do SL Benfica
Foto: Facebook do SL Benfica

Paços de Ferreira: As ausências quase formavam uma equipa de futebol

A tarefa está tudo menos fácil para a equipa da casa, que contará com 10 ausências forçadas. Mais uma e Jorge Simão poderia mesmo formar um 11 inutilizável na partida frente ao grande...! Esta dificuldade advém sobretudo dos jogadores lesionados (Paulo Henrique, Romeu, Chirstian, Minhoca e Miguel Vieira ainda se encontram no boletim clínico do clube), mas também devido ao regulamento que impede os jogadores emprestados pelo Benfica de jogar contra ele - como é o caso de Pelé, peça fulcral nas contas do técnico, e ainda Carlos Ponck e Fábio Cardoso. De realçar ainda a ausência de Mário Felgueiras, condicionado, e de Ricardo, que cumpre castigo. 

Para colmatar as ausências que a equipa enfrenta, Jorge Simão viu-se obrigado a chamar dois júniores para a convocatória: Pedro Marques, central, e Edu Pinheiro, médio centro. Rodrigo António poderá também entrar nas contas do técnico, dado que foi convocado, apesar de ter trabalhado condicionado ao longo da semana. Também na lista de convocados, destaque para o inquestionável Defendi a guardar as redes - apesar da recente saída de Marafona para o FC Braga, o guardião oferece garantias de coesão para defender as redes dos castores, uma vez que se trata de um guardião com experiência a atuar na Liga Portuguesa.

Foto: Facebook do SL Benfica
Foto: Facebook do SL Benfica

Marco Baixinho será também a grande referência do último reduto dos jogadores da Capital do Móvel, sendo fundamental para equilibrar a juventude que Jorge Simão irá colocar em campo perante um grande do futebol português. As grandes estrelas da equipa são Diogo Jota e Bruno Moreira (melhor marcador português da Liga NOS, com 14 golos), que serão as principais setas apontadas ao guardião Júlio César. 

Confira a lista completa de convocados:

Guarda-redes: Rafael Defendi e Marco;

Defesas: João Góis, Hélder Lopes, Marco Baixinho, Bruno Santos e Pedro Marques;

Médios: André Leal, Rodrigo António, Manuel José e Edu Pinheiro;

Avançados: Cícero, Edson Farias, Diogo Jota, Barnes Osei, Bruno Moreira, Fábio Martins e Roniel.

SL Benfica: Ambição de liderar mesmo sem Gaitán

O cenário do Benfica é sem dúvida mais favorável do que o do Paços de Ferreira - de facto, as águias são sem dúvidas as favoritas à vitória. Contudo, também Rui Vitória enfrenta algumas ausências - o já esperado Luisão não entrará nas contas do técnico, como tem acontecido nos últimos meses devido à sua lesão, juntando-se ao companheiro de equipa Fejsa, Lisandro López, que ainda não recuperou a sua lesão (ao contrário do que se pensava), e ainda Nico Gaitán, que contraiu um traumatismo na perna esquerda. 

Perante a inesperada ausência do mágico, Carcela poderá ser o substituto de Gaitán, ainda que não seja descabida a utilização de Gonçalo Guedes, que foi recorrentemente opção no início da época. Contudo, o marroquino tem entrado mais vezes nas contas do técnico e será a opção mais provável. De resto, Rui Vitória apostará na dupla Jardel/Lindelof enquanto centrais, bem como a dupla Jonas/Mitroglou no ataque com os seus habituais ímpetos ofensivos que deixam o adversário sem reação, não sendo improvável, contudo, que o técnico substitua o grego por Jiménez para gerir o plantel tendo em vista o derby que se aproxima. O resto da equipa deverá ser a aposta habitual: Júlio César; Eliseu, Jardel, Lindelof e André Almeida; Samaris, Renato, Pizzi e Carcela; Jonas e Mitroglou. 

Foto: Facebook do SL Benfica

O Benfica, que conta atualmente com 52 pontos, terá de ganhar o jogo para continuar a sonhar com o título. Com o derby daqui a 2 jornadas (25ª), as águias têm de conquistar todos os pontos para poderem ir com mais ambição defrontar o rival na sua casa, esperando a vitória para voltar ao lugar cimeiro da tabela. Ainda assim, sem dúvida que as atenções dos encarnados estarão viradas para o jogo do rival, na 2ª feira, onde esperarão já um deslize que as deixe numa posição mais confortável. 

Confira a lista completa de convocados:

Guarda-redes: Júlio César e Ederson;

Defesas: André Almeida, Nélson Semedo, Lindelof, Jardel, Sílvio, Eliseu e Grimaldo;

Médios: Samaris, Salvio, Pizzi, Talisca, Gonçalo Guedes, Carcela e Renato Sanches;

Avançados: Raúl Jiménez, Mitroglou, Jonas e Luka Jovic.

Futebol Português