Sporting: 8 leões formados em Alcochete brilharam pelas quinas

Nos duelos particulares de Portugal diante a Bulgária e a Bélgica alinharam 8 jogadores formados no Sporting, 4 dos quais ainda pertencem ao emblema de Alvalade, tratando-se do clube que mais soluções oferece a Fernando Santos.

Sporting: 8 leões formados em Alcochete brilharam pelas quinas
Dos escolhidos de Fernando Santos, 8 são formados em Alvalade

Depois de, no passado, Futre, Figo ou Simão Sabrosa terem marchado pela equipa lusa, eis que a formação do Sporting continua em grande: na seleção das quinas, Fernando Santos lançou Rui Patrício, Cédric, William Carvalho, Adrien Silva, João Mário, Cristiano Ronaldo, Nani e ainda Quaresma, 8 craques que estiveram em bom plano frente à Bulgária e à Bélgica, dando ainda mais prestígio à famosa cantera felina.

Leões nas quinas: 8 exemplos de craques entre vários astros

Ao longo da história são inúmeros os talentos formados no Sporting CP que brilharam, e brilham, com as quinas ao peito. De entre outros, recordar a perícia e a qualidade de Paulo Futre, Figo ou Simão é relembrar que a famosa escola leonina lança verdadeiros astros do futebol lusitano e mundial. A tradição mantem-se bem verde, e nos particulares da Selecção lusa foram lançados por Fernando Santos 8 jogadores oriundos da escola sportinguista.

Frente à Bélgica, Rui Patrício esteve formidável e registou 2 paradas de grau de dificuldade elevadíssimo, com destaque para uma defesa soberba a remate potente de um belga, sequência de um livre. No caso de Cédric, alinhou também diante a Bélgica e protagonizou uma exibição incrível a defender, mas ainda mais em foco na forma como participou na manobra ofensiva das quinas. O trinco William esteve um pouco apagado frente à Bulgária, mas os 15 minutos que jogou frente à Bélgica contribuiram bastante para segurar o esférico a meio campo, tendo sido fundamental para congelar a ambição belga em chegar ao empate. O leão Adrien jogou nos 2 encontros com nota razoável, tendo cumprido bem a função de distribuir o jogo luso, sendo sem dúvida um jogador fiável em quem Fernando Santos pode confiar. 

William Carvalho, o príncipe de Alvalade a lutar nas quinas
William Carvalho, o príncipe de Alvalade a lutar nas quinas

O génio João Mário foi, porventura, o leão que mais rugiu, tendo dado um verdadeiro show pela equipa lusitana. O jogador alinhou na ala direita, mas fez um pouco de tudo nas 4 linhas: fletiu jogo para o meio, ajudou os companheiros a defender, partiu para contra-ataques fulminantes, fintou e ainda teve arte para assistir CR7 para um dos golos frente à Bélgica. Ronaldo e Nani ainda hoje não acreditam nos tiros falhados frente à Bulgária, mas diante os belgas a bola beijou as redes com os 2 jogadores formados nos leões a facturarem os tentos que deram colorido à vitória diante a equipa número 1 do Ranking FIFA. Por fim, o loiro Quaresma esteve em campo alguns minutos e ficou pertíssimo de aumentar a vantagem lusitana frente a Lukaku e companhia.

Quaresma, mais um extremo da cantera leonina
Quaresma, mais um extremo da cantera leonina

Em suma, das 8 estrelas formadas em Alvalade que jogaram nas quinas, Rui Patrício, William, Adrien e João Mário brilham ainda de leão ao peito, sendo o Sporting o clube que mais forneceu talento a Fernando Santos. Destaque ainda para Luís Figo e Cristiano Ronaldo, que para além de terem deslumbrado com a camisola do país de Camões, foram 2 ex-leões que já conquistaram a bola de ouro. A formação leonina é de luxo e fica o recado para Fernando Santos: Rúben Semedo, Tobias Figueiredo e Gelson Martins já têm as garras afiadas para dar o salto...

Futebol Português