Euro 2016: O RX dos Guarda-redes - Rui Patrício

Fernando Santos divulgou na noite de terça-feira os 23 convocados, para o Euro 2016. A partir de hoje faremos um RX a todos os jogadores, começando pela baliza com Rui Patrício.

Euro 2016: O RX dos Guarda-redes - Rui Patrício
Rui Patrício é o titular de Portugal (Foto: fichajes.net)

Rui Pedro dos Santos Patrício nasceu em Marrazes a 15 de Fevereiro de 1988, e aos 28 anos é o guarda-redes titular do Sporting, bem como de Portugal. O guardião português chegou ao clube de Alvalade em 1999, percorrendo todos os escalões de formação. A estreia pela equipa principal dos leões aconteceu aos 18 anos e não podia ter sido mais auspiciosa, a 19 de Novembro de 2006 entrou em campo frente ao Marítimo na Madeira para defender uma grande penalidade, garantindo a vitória da turma de Alvalade que vencia por 0-1 na altura.

Rui Patrício continuou então a fazer o seu percurso na equipa B leonina e voltou a jogar na equipa A em 2007, num empate com o Leixões. No entanto três dias volvidos estrear-se na Liga dos Campeões em Old Trafford perante o Manchester United, numa derrota por 2-1. A prova milionária voltaria a estar presente de uma forma incrível no início da sua carreira, quando em 2009 num encontro com o Twente que o Sporting perdia por 1-0, foi à grande área holandesa na última jogada do desafio e de cabeça fez o golo, que garantiu o apuramento para a fase de grupos. 

Rui Patrício já tem 43 internacionalizações (Foto: jn.pt)

Daí para cá não mais largou a baliza verde e branca, muito por culpa de Paulo Bento, que apesar de alguns erros do guarda-redes, que custaram pontos aos leões, não o deixou cair e manteve a aposta e confiança total em Rui Patrício. A estreia com a camisola da selecção nacional, aconteceu em 2010 numa partida amigável com a Espanha.

Dois anos mais tarde assumiu em definitivo a titularidade da baliza portuguesa e hoje já leva 43 internacionalizações. Ao serviço do Sporting o guarda-redes tem já um registo impressionante de 366 jogos. Com 1.90 de altura Rui Patrício tem no jogo entre os postes o seu ponto forte, estando no entanto a melhorar nas saídas, enquanto o seu jogo de pés continua a ser um dos aspectos a precisar de ser mais trabalhado.