Dragões vencem derby da Invicta

O FC Porto recebeu e venceu esta sexta-feira o Boavista por 3-1, na partida que abriu a quinta jornada da Liga portuguesa. Os axadrezados até marcaram primeiro por Nuno Henrique, mas dois golos de André Silva e outro de Alex Telles deram o triunfo aos dragões. Os portistas regressam aos triunfos depois de dois empates.

Dragões vencem derby da Invicta
Dragões vencem derby da Invicta

Para o derby da Invicta, o treinador Nuno Espírito Santo fez entrar Adrián Lopez no onze inicial, mandando Depoitre para o banco. No Boavista, Sanchez fez estrear o guarda-redes do Azerbeijão Agayev.

Com vontade de regressar às vitórias, depois dos empates com FC Copenhaga e Tondela, os dragões foram surpreendidos pela boa entrada do Boavista, e que culminou com o golo dos axadrezados; logo aos cinco minutos o defesa Nuno Henrique correspondeu de cabeça a um livre lateral batido por Fábio Espinho e fez o primeiro da partida.

Foto: desporto.sapo.pt
Foto: desporto.sapo.pt

Apesar do golo sofrido, o FC Porto reagiu da melhor forma, dominando toda a primeira parte enquanto buscava dar a volta ao resultado. Danilo deu o primeiro aviso aos 18 minutos, ao cabecear ao poste da baliza do Boavista. Um prenúncio do que se seguiria no minuto depois; 19 minutos de jogo e Otávio a servir André Silva que, já na cara de Agayev, fez o golo do empate.

Foto: desporto.sapo.pt
Foto: desporto.sapo.pt

Os dragões não tiraram o pé do acelerador, em busca da cambalhota no marcador, ameaçando por diversas vezes as redes boavisteiras. A persistência portista acabou por dar frutos aos 40 minutos; novamente Otávio na jogada com o brasileiro a fugir pela esquerda, acabando derrubado por Nuno Henrique dentro da área. Grande penalidade que André Silva converteu no segundo golo, e consequente vantagem no marcador.

Na segunda parte o ritmo baixou com o FC Porto a controlar as operações, perante um Boavista que não mostrava argumentos para ameaçar as redes de Casillas. Apenas no último quarto de hora da partida os dragões voltaram a criar oportunidades de golo. Diogo Jota, André Silva e Danilo tentaram a sua sorte, mas sem sucesso. Quem o teve foi Alex Telles; aos 86 minutos um cruzamento aparentemente inofensivo do lateral brasileiro contou com a ajuda preciosa do guardião Agayev para o 3-1 final.

Com este triunfo o FC Porto regressa à vitórias, mantendo-se a dois pontos do Sporting e com os mesmos do Benfica, se bem que os encarnados têm menos um jogo.

Futebol Português