Eusébio, Nuno Gomes, Pauleta e Cristiano: 4 heróis do mar, 4 jogadores de Póquer

Com os 4 tentos de CR7 na goleada de 6-0 diante Andorra, o astro das quinas pertence agora à elite lusa de jogadores que chegaram ao póquer num só jogo. Eusébio, Nuno Gomes, Pauleta e agora Cristiano Ronaldo, lembra-se de todos os golos? Recorde os festejos do quarteto fantástico lusitano, em VAVEL Portugal.

Eusébio, Nuno Gomes, Pauleta e Cristiano: 4 heróis do mar, 4 jogadores de Póquer
O Póquer também existe no futebol // Foto: newsexaminer.net

Eusébio, Nuno Gomes, Pauleta e Cristiano Ronaldo: 4 craques, 4 avançados e 4 motivos para festejar num só duelo ao serviço da equipa de todos nós. O mais recente jogador a chegar a um póquer pelas quinas é Cristiano Ronaldo, mas o futebol é feito de memórias, pelo que a VAVEL Portugal convida-o a viajar no tempo para relembrar os tiros certeiros de Eusébio, Nuno Gomes e Pauleta, em 1966, 2002 e 2003.

Mundial de 1966: pantera negra, o felino que esmagou a Coreia do Norte

A célebre geração lusa, recordada como "os magriços", ficará sempre na História pela perícia do Rei Eusébio. Em 1966, Portugal estreou-se numa fase final de um Mundial e a medalha de bronze conquistada colocou o pequeno País do fado nas bocas do mundo. Nesta prova, é inevitável relembrar a épica reviravolta dos Heróis do Mar diante a Coreia do Norte. Neste duelo, Portugal esteve em desvantagem por 3-0, mas Eusébio resolveu deixar os coreanos de olhos em bico, dando vida a uma reviravolta soberba para 3-5. O craque luso fez 4 golos enigmáticos, ficando para sempre na retina dos portugueses como o primeiro jogador da História a marcar 4 golos num só jogo.

Apuramento para o Mundial 2002: Nuno Gomes, 4 tentos a ... Andorra

As memórias lusas do Mundial de 2002 não são as melhores. A equipa lusitana não passou sequer da fase de grupos, deixando-se ultrapassar pela Coreia do Sul e pelos Estados Unidos. Todavia, a fase de apuramento para esta prova conta com um momento particularmente memorável para o dianteiro Nuno Gomes. Nesta fase, os lusos enfrentaram a frágil Andorra e a goleada de 7-1 surgiu naturalmente. Com uma equipa repleta de "monstros" como Rui Costa, Luís Figo ou João Pinto, foco para Nuno Gomes, que festejou 4 golos num único duelo pela segunda vez na História da formação lusa. Quase 15 anos volvidos e eis que o póquer de Cristiano foi exactamente frente à equipa de Andorra, ou seja, para além de ser perigoso jogar futebol diante Portugal, a formação de Andorra devia pensar duas vezes antes de jogar póquer frente aos lusos.

Nuno Gomes foi dos poucos a conseguir marcar 4 golos num só jogo // Foto: maisfutebol.iol.pt
Foto: maisfutebol.iol.pt

Preparação para o Euro 2004: Pauleta, o voador goleador

Depois da tragédia do Mundial, Portugal renasceu e foi sob o comando de Scolari que os lusos prepararam o Euro 2004, que se realizou em solo português. Num jogo amigável, os Heróis do Mar cilindraram o Kuwait por 8-0, destacando-se o póquer do goleador Pedro Pauleta, que ajudou a esmagar o frágil oponente, antes mesmo de Portugal fazer História em 2004 com o agridoce segundo lugar no Campeonato Europeu.

Foto: desporto.sapo.pt

Cristiano Ronaldo: só faltava o Póquer

O regresso de Cristiano Ronaldo aos jogos da Selecção não podia ter sido melhor. Os 4 golos de CR7 que ajudaram a esmagar Andorra e permitiram a Portugal somar os primeiros 3 pontos na fase de apuramento para o Mundial 2018, prova em que a equipa das quinas quererá entrar com o estímulo de ser actualmente a melhor nação da Europa. Em 2016, Portugal e o seu capitão Cristiano sofreram críticas, injustiças e ofenças, mas o dia 10 de Julho encarregou-se de dar uma chapada de luva branca, com a vitória lusa frente à anfitriã França. Para Cristiano, a final teve de tudo: sacrificio, lágrimas de desespero, nervos e, por fim, felicidade. A lesão do capitão afastou CR7 do jogo diante a Suiça, mas frente a Andorra o craque decidiu chegar à marca dos 65 tentos com a camisola das quinas, destacando-se cada vez mais como o melhor artilheiro da História. Os companheiros de Póquer do luso ocupam curiosamente os restantes postos da lista: Pauleta (47), Eusébio (41) e Nuno Gomes (29).