Porto x Sporting : Foi um (So)ar(es) que lhes deu

A noite de sábado foi de sonho para o novo reforço do FC Porto, num Clássico que prometia emoção, Soares fez os dois golos que garantiram 3 pontos. A vitória por 2-1 frente ao Sporting no Dragão foi mais que suficiente para garantir a liderança provisória da tabela classificativa.

Porto x Sporting : Foi um (So)ar(es) que lhes deu
Porto x Sporting : Foi um (So)ar(es) que lhes deu

O Clássico deste sábado à noite foi emocionante. Num jogo onde as surpresas fizeram parte dos onzes iniciais o brasileiro Soares fez 2 golos ainda na primeira parte que garantiram ao FC Porto a liderança provisória do campeonato. Já do lado leonino foi Alan Ruiz a brilhar com um golo apontado já no segundo tempo, mas a verdade é que apesar das tentativas, o Sporting bateu de frente com Casillas numa noite de inspiração. 

Surpresas 

O jogo prometia muito, numa altura em que os resultados maus do Benfica deixavam a esperança aos rivais directos, a verdade é que o jogo deste sábado era o Tudo ou Nada para o FC Porto e para o Sporting. Espírito Santo sabia-o e Jorge Jesus também e por esse mesmo motivo as surpresas começaram ainda antes da partida arrancar. 

Do lado azul e branco a grande novidade esteve na inclusão de Brahimi e de Soares no onze inicial e do lado leonino foi a vez de JJ apostar em Matheus Pereira para tentar fechar o meio campo. E na defesa, o técnico do Sporting voltou a colocar Semedo, Coates e Marvin Zeegelaar, as apostas estavam feitas, restava apenas ver jogar. 

Desde muito cedo que os Dragões mostraram vontade de marcar, apesar de o Sporting ter mais posse de bola, as desatenções pagam-se caras e neste caso por 2 vezes. 

Aos 6 e depois de um cruzamento de Corona, Soares apareceu nas costas de Coates e bateu forte para o 1-0. Estreia de sonho para o novo reforço azul e branco que ainda antes do intervalo voltou a bater Patrício. Desta vez num contra-ataque rápido, Semedo e Coates não tiveram pernas para Soares e o brasileiro fez a vida negra ao guarda-redes leonino uma vez mais aos 40'. 

Um jogo, dois golos. Este é o saldo de Soares com a camisola dos azuis e brancos.
Um jogo, dois golos. Este é o saldo de Soares com a camisola dos azuis e brancos.

Neste intermédio o Sporting tentava mostrar as garras, mas a verdade é que o perigo evidente não era suficiente para assustar as bancadas do Dragão que, eufóricas, festejam a diferença de 2 golos ainda antes da segunda parte. 

Inspiração e um golão 

O Sporting precisava de correr atrás do prejuízo e ao que parece, o intervalo fez bem aos pupilos de Jorge Jesus, principalmente porque Alan Ruiz tomou o lugar do inexperiente Matheus Pereira. 

O Sporting estava a apertar o cerco e queria mais, queria o golo e quando muito se quer.... muito se faz. Neste caso, muito se brilha. Aos 60' o cruzamento de Gelson encontrou Alan Ruiz que depois de segurar rematou forte para o golo da noite. 

Alan Ruiz marcou, mas a verdade é que o golo não foi suficiente para garantir o empate.
Alan Ruiz marcou, mas a verdade é que o golo não foi suficiente para garantir o empate.

Um golo que não só fazia renascer as esperanças leoninas no empate, ou numa vitória, mas também que chocou todos os presentes. O golo de Alan Ruiz foi bonito, porém mostrou-se insuficiente para garantir alguma coisa ao Sporting na Invicta. 

Isto porque Casillas esteve numa noite perfeita. O guarda-redes espanhol tem sido alvo de duras críticas, mas a verdade é que a noite passada foi pelas mãos dele que os azuis e brancos conseguiram garantir os 3 pontos. Parou tudo que tinha para parar e ainda contou com a ajuda dos postes e da defesa para negar o empate. 

O jogo terminou e a verdade é que estes 3 pontos foram mesmo cruciais para as contas dos 3 grandes. O FC Porto  ocupa agora a liderança da tabela classificativa com 47 pontos, mais dois que o Benfica que recebe hoje o Nacional, já o Sporting mantém-se no terceiro posto com 38 pontos,  mais dois  que o Sporting de Braga.