Rúben Dias: o sucessor de Lindelof?

A saída do sueco para o Manchester United abriu a porta do plantel principal para o central da equipa B dos encarnados.

Rúben Dias: o sucessor de Lindelof?
Rúben Dias em ação frente ao CD Mafra, pelo Benfica B, em Março deste ano

A saída de Lindelof para o Manchester United, no mercado de transferências deste Verão, abriu as portas da equipa principal àquele que já é visto como o principal candidato a substituir o sueco: Rúben Silva.

Num total de 38 jogos realizados na época que agora termina (28 na Segunda Liga, 3 na U23 Premier League International Cup e 7 na Youth League), o central português de apenas 20 anos soma 3420 minutos jogados e 13 cartões amarelos, não registando qualquer golo - nem seria essa, aliás, a característica mais valorizada num defesa -, mas foi capaz de se impôr como uma das peças fulcrais para o futuro do conjunto encarnado.

Juntamente com Kalaica - sub-19 croata de 19 anos - numa luta complicada por um lugar no onze com Jardel, Luisão e Lisandro, a verdade é que, quer se acabe por revelar uma opção válida para Rui Vitória no imediato, quer não, todos os entendidos lhe vaticinam um futuro promissor com o emblema da águia ao peito.

Neste sentido, uma das figuras que reconhece abertamente o enorme talento do capitão da equipa B e da seleção sub-20 portuguesa é o técnico que o orientou na época 2016/17, Hélder Cristóvão. 

«Fui eu que o escolhi para capitão. Não houve dúvidas que seria ele. Reparte o estatuto de liderança mas assume-a de forma natural. Excelente comunicador. Não foi surpresa o crescimento dele. Penso que vai ter um caminho de sucesso no Benfica.»,  começou por referir.

«Temos um número mais ou menos definido entre os 60 e 80 jogos para um jogador estar preparado para subir à equipa principal. Não que consiga dar resposta logo na equipa A. Ele com 54 jogos está muito à frente de quem teve 80. É um central que ganhou características que fazem falta. Evoluiu muito. Sai em condução, liga o jogo, arrisca o passe por dentro, consegue liderar linha defensiva. Está preparado para fazer uma pré-época com a equipa principal.», acrescentou Hélder.

No final, com mais ou menos vantagem à partida, apenas o tempo e o desenrolar da pré-época poderão ditar claramente o destino do internacional sub-20 português. Conseguirá Rúben aproveitar esta oportunidade?

Continue a acompanhar a atualidade desportiva aqui, na Vavel Portugal.