Percurso de Júlio César na Luz

Chegou ao Benfica na época 2014/2015 para substituir Jan Oblak na baliza dos encarnados. Desde a sua chegada foi sempre um dos mais utilizados, tendo apenas a ascensão de Éderson remetido o veterano para o banco. Neste artigo vamos falar sobre o percurso de Júlio César no Benfica.

Percurso de Júlio César na Luz
Percurso de Júlio César na Luz

Júlio César saiu do Inter Milão no fim da temporada 2011/2012 e, após essa temporada, o guardião brasileiro sentiu algumas dificuldades em encontrar a melhor forma que mostrou na época de 2010, em que foi considerado o melhor guarda-redes de clubes pela UEFA. 

Não foi feliz no Queens Park Rangers, onde passou uma temporada e meia, pois, no mercado de inverno da época 2013/2014 foi emprestado ao Toronto FC, tendo apenas realizado 7 jogos durante o empréstimo. Depois de se desvincular com o QPR, Júlio César assinou, na temporada 2014/2015, um contrato de dois anos com o Benfica. Começava uma nova etapa na carreira do brasileiro na sua passagem por Portugal. 

Com um excelente currículo e muita experiência, o guardião, desde logo, garantiu a titularidade na baliza dos encarnados, remetendo o seu compatriota Artur Moraes para o banco. Na sua época de estreia realizou 30 jogos e sagrou-se campeão nacional pelo clube da luz e venceu a Supertaça e a Taça da Liga. 

Na época seguinte, esteve presente em 34 jogos e ajudou o Benfica a vencer o tri-campeonato e a Taça da Liga. Na temporada transacta, foi a época em que realizou menos jogos, contando apenas com 15. Isto deve-se ao aparecimento do seu compatriota Éderson, que foi o titular na maioria dos encontros. Conquistou a Supertaça, Taça de Portugal e o Tetra-campeonato.

O mercado de verão e o Manchester City levaram Éderson para terras da sua majestade e deram um novo alento ao futuro de Júlio César. Sem contratações de guarda-redes até ao momento, o brasileiro é o principal candidato à titularidade na baliza encarnada. Paulo Lopes não tem sido opção e Bruno Varela ainda tem que evoluir para ambicionar esta posição.

Será que Júlio César vai ser titular durante toda a época? Apenas sabemos que o clube da luz tem andado no mercado em busca de um novo guarda-redes, mas esta procura tem-se concentrado em jogadores jovens como apostas para o futuro. Se este cenário permanecer, Júlio César é o titular do Benfica e, apesar da sua idade, continua a ser capaz de ser decisivo e de ajudar o clube na conquista do tão ambicionado penta-campeonato.