Sofrimento "a norte" trouxe vantagem

O FC Porto deslocou-se a Santa Maria da Feira para vencer o CD Feirense por 2-1, num jogo polémico e sofrido.

Sofrimento "a norte" trouxe vantagem
Foto: Sic Notícias

Foi uma vitória difícil e "arrancada a ferros" do FC Porto, na passada noite de quarta feira, com um resultado favorável de 2-1 para o conjunto azul e branco que jogou com o alternativo laranja.

Com um olhar no dérbi lisboeta, o FC Porto entrou forte na partida e perante um Feirense que dava a iniciativa de jogo e cometia erros infantis na entrega da bola, fez o primeiro remate aos 18 minutos por Brahimi, para defesa de Cássio. Ameaçava o Porto, que chegava ao golo por Marega, invalidado por fora de jogo bem tirado pela equipa de arbitragem liderada por Fábio Veríssimo. 

Não foi à primeira, foi à segunda. Bola na esquerda do ataque portista, cruzamento para a área e Aboubakar fazia o primeiro no Estádio Marcolino de Castro, para euforia dos "dragões" na bancada.

Porém, "era sol de pouca de dura". Respondia o Feirense e, no único remate direcionado à baliza defendida por José Sá, a equipa da casa chega ao empate. Livre perto do meio campo, bola bombeada para a área do FC Porto e, perante uma má marcação, Luís Rocha aproveitou para fazer o empate para a equipa de Santa Maria da Feira. O Porto ainda tentou por duas vezes, pelo sempre inconformado Brahimi, chegar novamente à vantagem, mas sem sucesso. Tudo empatado ao intervalo.

Foi preciso um defesa central mostrar como se faz, na segunda parte, para o FC Porto restabelecer a vantagem. Canto na esquerda do ataque portista, à passagem do minuto 76, e Felipe, de cabeça, atirava para o golo da vantagem, que restabelecia justiça no marcador.

Ora foi Felipe também que, 10 minutos depois, acabaria expulso, por duplo amarelo. Primeiro uma falta após agarrar o adversário, ainda na primeira parte, e depois, aos 84 minutos, após jogo perigoso com o pé a subir à cabeça de Edson Farias.

6 minutos de compensação, 8 jogados, após muita interrupção, e o jogo terminava, com enormes festejos pelo lado portista que não se inibiu no final da partida de demonstrar o seu descontentamento perante a arbitragem de Fábio Veríssimo.

O FC Porto com este resultado e beneficiando do resultado do dérbie, é líder da Liga NOS com mais 2 pontos que o 2º classificado, Sporting CP, e mais 5 que o 3º classificado, SL Benfica.