Porto domina, vence Vitória de Guimarães com tranquilidade e fatura Supertaça Cândido Oliveira

Porto e Vitória de Guimarães jogaram neste sábado (10) a grande decisão da Supertaça Cândido Oliveira. O jogo foi realizado no Estádio Municipal de Aveiro, em Aveiro, e o time portista passeou em campo. Com gols de Licá, Martínez e González ainda na primeira etapa e com muitas oportunidades desperdiçadas, o clube azul e branco faturou sua 20ª Supertaça, algo inédito na história do futebol Português.

A partida começou com o Vitória de Guimarães nervoso. O time comandado por Rui Vitória errava passes simples e perdia muitas bolas para a equipe do Porto, que em muitas oportunidades conseguiu criar suas jogadas de ataque. A defesa do Guimarães trabalhou de forma razoável nesta partida, mesmo tendo sofrido três gols e falhando em dois deles, evitou o que poderia ser uma goleada ainda mais impactante no time que perdeu algumas de suas principais peças na última janela de transferências e que hoje está em formação.

Logo aos cinco minutos de jogo, Lucho tentou chutar para o gol mas falhou em sua tentativa. A bola sobrou para Licá, que chutou rasteiro e abriu o placar para a equipe do Porto. Os portistas permaneceram dominando o jogo, administrando a bola no seu campo de ataque, e logo chegaram no segundo gol. Aos 17 minutos, Jackson Martínez aproveitou belo cruzamento de Lucho González e deixou o seu de cabeça.

No lance seguinte, quase o Vitória conseguiu diminuir o marcador. A zaga do Porto falhou e Crivellaro roubou a bola, avançou e acabou chutando muito forte, por cima do gol defendido pelo brasileiro Hélton.

Perto do final do primeiro tempo, a defesa do Guimarães novamente se atrapalhou. Após cruzamento de Licá, goleiro e zagueiro do Vitória não se encontraram no lance e Lucho González, inspirado, encheu o pé e anotou o terceiro gol portista na partida.

Na segunda etapa, o Guimarães tentou buscar jogo nos minutos iniciais. Com a entrada de Olímpio e Maâzou, o time comandado por Rui Vitória conseguiu trocar seus passes e chegar duas vezes na área de Hélton, mas nas duas oportunidades a defesa portista estava esperta e afastou o perigo.

Mais substituições foram realizadas nas duas equipes e o ritmo do jogo caiu. O Porto se aproveitou, passou a dominar novamente a bola no seu campo de ataque, chegou a criar algumas oportunidades reais de gol mas acabaram todas sendo bloqueadas pelas defesas de Douglas e pela zaga vitoriana.

Este foi o 20º título do Porto na competição, sendo algo inédito em Portugal. Rui Vitória e Paulo Fonseca analisaram a partida em entrevista a RTP.

"Naturalmente nós vínhamos com muitas expectativas, mas entramos jogos um pouco nervosos e isso dificultou nosso trabalho. A postura foi muito boa, o apoio de nossos torcedores foi fantástico, estamos apenas começando nosso trabalho. Os jogadores têm caráter, estamos muito motivados para esta temporada",  declarou o técnico do Guimarães.

Paulo Fonseca também elogiou a torcida, que fez a festa no estádio durante todos os 90 minutos de jogo. "Realizamos um ótima partida. Não que o Vitória não tenha complicado nosso jogo, porém os méritos são de nossa equipe que soube trabalhar bem a bola. Gostaria de parabenizar nossos torcedores e os torcedores do Vitória, que fizeram uma festa maravilhosa".

O próximo compromisso de ambas as equipes será na Liga Sagres, que começará no próximo final de semana. O Vitória de Guimarães receberá no sábado (17) a equipe do Olhanense, já o Porto, atual campeão da Liga Portuguesa irá até o Estádio do Bonfim enfrentar a equipe do Vitória Setúbal.

VAVEL Logo