1-0, min. 5, Montero. 2-0, min. 72, Carrillo. 3-0, min. 77, Rúben Semedo.
Sporting vence Fiorentina e é campeão do Troféu Cinco Violinos
Esta foi a segunda conquista dos Leões em duas edições do Troféu Cinco Violinos (Foto: LUSA)

Sporting vence Fiorentina e é campeão do Troféu Cinco Violinos

Em seu último teste antes do início da temporada, Leões não decepcionaram e se sagraram bicampeões do Torneio

brunosecco
Bruno Secco
Sporting (POR)Rui Patrício, Maurício, Jefferson, Semedo, Soares (Welder, min. 46), Martins (Boeck, min. 81), Magrão (Slimani, min. 82), Carvalho, Rinaudo (André Santos, min. 65), Montero (Capel, min. 65), Eduardo (Carrillo, min. 46).
Fiorentina (ITA)Munúa, Rodríguez (Commper, min. 46), Hegazy (Savic, min. 46), Pasqual (Vecino, min. 72), Tomovic (Yakovenko, min. 46), Joaquín (Ljajic, min. 72), Ambrosini (Vargas, min. 72), Pizarro, Cuadrado, Aquilani (Mario Gómez, min. 46), Rossi (Valero, min. 46).
ÁRBITROPedro Proença (POR). Cartões Amarelos: Rinaudo (min. 43). Cartões Vermelhos: Rui Patrício (min. 79).
INCIDENCIASFinal da II Edição do Troféu Cinco Violinos, realizada no Estádio José Alvalade, em Lisboa (Portugal).

Sporting e Fiorentina jogaram neste domingo (11) a decisão daII Edição do Troféu Cinco Violinos, realizada no Estádio José Alvalade, em Lisboa. O Troféu é organizado pelo próprio Sporting e é uma homenagem aos "Cinco Violinos", nome pelo qual ficaram conhecidos os membros do memorável quinteto futebolista do clube na década de 40: Jesus Correia, Vasques, Albano, Peyroteo e José Travassos. Nesta II edição, os Leões venceram a Fiorentina por 3 a 0 e se sagraram bicampeões.

A equipe da casa começou bem a partida, tanto que o gol não demorou para sair. Aos cinco minutos de jogo, Montero dominou a bola, penetrou na área italiana e chutou forte, sem chances para o goleiro Munúa: 1 a 0. O gol fez o ritmo do Sporting aumentar ainda mais na partida. Aos 20 minutos, Gerson Magrão perdeu ótima oportunidade de marcar o segundo, chutando por cima do gol. A Viola também teve suas chances no decorrer do primeiro tempo, mas todas pararam na defesa dos Leões ou nas defesas de Rui Patrício.

Com sete alterações realizadas pelos dois times, o começo da segunda etapa foi monótono. O ritmo caiu muito em relação à primeira. Somente aos 25 minutos que o jogo voltou a esquentar, com mais uma jogada realizada por Gerson Magrão. O ex-jogador do Santos roubou a bola no meio de campo e logo tocou para Jefferson, que penetrou na área e finalizou forte. Munúa defendeu e, no rebote, André Martins carimbou a trave. Mesmo com a chance perdida, o time do Sporting não demoraria muito para ampliar o placar. Três minutos depois, o peruano Carrillo, que havia entrado recentemente no lugar de Montero, recebeu ótima de Gerson Magrão e, livre, finalizou para as redes.

Já com 2 a 0 no marcador, o Sporting tinha tudo para relaxar, mas manteve o ritmo forte. Com a defesa inspirada e o ataque produzindo ótimas jogadas, não demorou muito para o terceiro gol sair. E saiu dos pés de Rúben Semedo, que estava realizando ótima partida e naquele momento estava defendendo e atacando. Semedo apareceu no ataque, recebeu ótimo cruzamento de William Carvalho e tocou para o gol, aumentando o placar para a equipe da casa e deixando a Viola em situação mais complicada no jogo.

Os italianos tentaram diminuir a grande vantagem conquistada pelo Sporting com Iakovenko que, sozinho, tentou penetrar na área dos Leões, mas, antes disso, foi impedido por Rui Patrício, que o travou fora da área e acabou sendo expulso. André Martins saiu para Marcelo Boeck ocupar o lugar do goleiro da seleção portuguesa, e já realizou boa defesa no lance seguinte, na cobrança de falta do time adversário.

Nos minutos finais do jogo, o espanhol Diego Capel tentou marcar o quarto gol, mas falhou na finalização. Com a Viola já conformada com o resultado, bastou o time de Lisboa tocar bola e segurar o placar até o apito final.

Após o jogo, o recém-contratado colombiano Montero falou sobre suas impressões desta grande vitória leonina. “Estou muito orgulhoso por vestir a camisa do Sporting. Os torcedores mostraram muito carinho. Estou contente porque que quem veio nos apoiar ficou feliz. Mais do que o resultado, o importante foi as coisas terem saído bem dentro de campo. Estamos jogando como o treinador quer e, isso, é o mais importante. Fiquei muito feliz por ter acabado a pré-temporada marcando um gol e espero que tudo continue saindo bem”.

Este foi o segundo Troféu Cinco Violinos conquistado pelo Sporting que, em 12 de agosto do ano passado, conquistou o primeiro título do Torneio em sua primeira edição ao bater os gregos do Olympiakos por 1 a 0.

VAVEL Logo