Porto vence Gil Vicente, garante 100% de aproveitamento e liderança na Liga Sagres
Dupla de atacantes, garantiu mais três pontos na luta do Porto pelo tetra (Foto:Reprodução/desporto.sapo.pt)

Era apenas o quarto jogo do campeonato, mas na Liga Sagres onde Porto e Benfica costumam duelar ponto a ponto, todo jogo é fundamental. E atuando em casa perante sua apaixonada e exigente torcida, o Porto não poderia tropeçar frente ao Gil Vicente.

Em campo, contando com a volta do ponta Varela no lado direito e a entrada do colombiano Quitero no meio campo, a equipe portista iniciou com tudo. Logo no minuto cinco, Licá recebeu a bola, ajeitou e finalizou de fora de área, com certo perigo ao gol de Adriano. Três minutos depois, o meia Quinteiro cruzou bem na área, o zagueiro Maicon desviou a bola para Varela, que teve de chutar duas vezes para vencer o goleiro brasileiro Adriano, e colocar o Porto na frente do placar, 1 a 0.

Logo após o gol, o zagueiro Maicon se machucou e teve de ser substituído por Mangala. Com a vantagem no placar e muito mais a vontade no jogo, o Porto trocava passes e chegava com facilidade ao gol dos visitantes. Aos 26 minutos, Danilo cruzou bem na segunda trave, Licá cabeceou para linda defesa de Adriano, mas no rebote o sempre artilheiro Jackson Martínez, só teve o trabalho de empurrar a bola para as redes, 2 á 0 Dragões. Que por pouco não ampliaram o placar no minuto 32, em chute de Danilo de perna esquerda, rente a trave de Adriano.

A equipe visitante ainda tentou melhorar. João de Deus sacou Dramam e colocou o centroavante Bruno Moraes, mas mesmo com um homem de referência, a equipe não conseguia superar a defesa do Porto. Que mais recuado, valorizava a posse de bola e deixava o tempo passar. Aos 39 minutos a equipe da casa chegou novamente. E o goleiro Adriano salvou o Gil Vicente, saltando bem aos pés de Jackson Martínez, que se não fosse atrapalhado faria o terceiro gol azul e branco. Fim de primeiro tempo e vitória tranquila dos Dragões.

Na segunda etapa, o Gil Vicente voltou melhor e teve sua primeira grande chance no jogo. Pecks, cabeceou após bola parada, com perigo ao gol do brasileiro Hélton e aos 59 minutos, o volante Cesar Peixoto chutou forte por cima do gol. Enquanto o Gil Vicente atacava, a equipe da casa, de forma displicente parecia esperar o fim de jogo. Para mudar isso, Paulo Fonseca sacou Licá e colocou Lucho, adiantando o meia colombiano Quinteiro para o ataque.

Aos 66 minutos, Varela finalizou forte para fora, após passe de Jackson Martínez. E quatro minutos depois, o atacante brasileiro Claudio Pitbull aquele mesmo, que acabará de entrar, chutou forte por cima do gol portista. Somente em seu final, a partida ficou agitada, no minuto 82 Bruno Moraes bateu com categoria obrigando Hélton a defender com rebote, que Diogo Vianna não aproveitou. Aos 91, o zagueiro Pecks novamente finalizou de cabeça para fora. E Defour, ainda teve a chance de ampliar o placar, chutando para nova defesa de Adriano.

Fim de jogo e vitória fácil do Porto, que volta a ter cinco pontos de vantagem sobre o rival Benfica e mantém o 100% de aproveitamento na Liga Sagres.

VAVEL Logo