A estrela maior foi a única a brilhar
Ronaldo põe Portugal em vantagem no playoff.

A exibição esteve longe de ser perfeita mas foi o quanto baste para Portugal seguir na frente nesta complicada tarefa chamada Suécia. O resultado de hoje é duplamente positivo: em primeiro lugar permite-nos viajar ao Norte da Europa sem a obrigação de marcar, embora a busca pelo golo deva acontecer da mesma maneira. Por outro lado conseguimos um ponto-chave em eliminatórias a duas mãos: não sofrer golos em casa.

Com uma defesa muito sólida e compacta (Patrício também respondeu bem quando foi chamado), Portugal "secou" ali a fonte de inspiração dos nórdicos, não permitindo que Ibra faça o que habitualmente faz, estragos. Parte daí o sucesso de Portugal neste jogo, com maior posse de bola e sempre à procura da baliza.

Numa primeira parte muito equilibrada e disputada, coube a Portugal criar a primeira situação de muito perigo quando João Moutinho, ao minuto 5, passa por Isaksson mas não consegue finalizar da melhor maneira. Um minuto volvido e foi a vez da Suécia criar muito perigo com Elmander a desviar um cruzamento de Lustig, com a bola a passar muito perto do poste da baliza defendida por Rui. Patrício. O mesmo Patrício que à passagem do minuto 20 teve que se aplicar para parar um remate perigoso de Larsson, mantendo o resultado em 0-0.

2ª parte verde e vermelha

Domínio total. Pode dizer-se que Portugal puxou dos galões na 2ª parte para levar de vencida uma bem fechada defesa sueca, que sempre conseguiu impedir que o capitão Ronaldo e a restante "tropa" fizesse estragos. Portugal foi mais ambicioso, Portugal foi mais rápido na procura do golo que surgiu, à passagem do minuto 82, pelo inevitável Cristiano Ronaldo.

O capitão esteve rápido a responder a um belo cruzamento de Veloso e felino a atacar a bola, CR7 fez assim o golo que exultou cerca de 60 mil espectadores presentes no Estádio da Luz. Sem reacção, os suecos ainda temeram o pior quando Cristiano Ronaldo, mais uma vez, criou muito perigo cabeceando uma bola à barra da baliza do desamparado Isaksson. Portugal segue assim em vantagem para a 2ª mão do playoff de acesso ao Mundial 2014.

O momento do jogo

VAVEL Logo