Jesus versus Jesualdo: Duelo de campeões
A decisão do Conselho de Disciplina da Liga, que afasta Jorge Jesus do banco encarnado por 30 dias, impede que o técnico se sente no banco de suplentes na recepção ao Sporting de Braga deste sábado. Não poderemos, por isso, assistir à habitual exuberância de Jesus fora das quatro linhas nem nos será possível ver dois dos técnicos mais experientes do Campeonato Nacional sentados junto ao relvado.
 
Mas ninguém pode negar que o encontro de sábado será mais um duelo Jesus (59 anos) versus Jesualdo (67). Um encontro entre os dois únicos treinadores da actual edição da Liga Zon-Sagres que já sabem o que é ser Campeão Nacional. Um duelo entre dois técnicos que já estiveram do outro lado da barricada, uma vez que Jesus chegou à Luz proveniente de Braga e Jesualdo treinou os encarnados no início deste século.
 

O professor leva vantagem

O jogo de sábado será o 15.º duelo entre Jesualdo Ferreira e Jorge Jesus, o 13º se tivermos em consideração apenas os encontros para o Campeonato. Apesar de ambos contarem com carreiras de várias décadas enquanto treinadores, o primeiro confronto entre eles para o principal escalão do futebol nacional só aconteceu há 10 anos: a 21 de dezembro de 2003, Jesualdo Ferreira, ao serviço do Sporting de Braga, bateu Jorge Jesus, então técnico do Vitória de Guimarães, por 2-1, no sempre apaixonante derby do Minho. 
 

Jesus precipitou saída de Jesualdo do FC Porto

De 2003 para cá, foram várias as vezes que o destino voltou a colocar os dois treinadores frente a frente. Mas o auge destes duelos aconteceu quando o técnico amadorense chegou ao Benfica, no início da época 2009-2010. O FC Porto era tri-campeão pelas mãos de Jesualdo Ferreira mas a temporada avassaladora dos encarnados precipitou a sua saída dos Dragões, depois de um decepcionante 3º lugar. No confronto contra Jesus nesse ano, duas vitórias encarnadas (uma para o Campeonato e outra na final da Taça da Liga) e uma dos comandados de Jesualdo Ferreira, na 29ª jornada, que serviu apenas para adiar o título encarnado.
 
A saída pela porta pequena do Estádio do Dragão levou a uma série de anos sem confrontos com Jesus. O técnico oriundo de Mirandela seguiu para a Liga Espanhola, onde treinou sem sucesso o Málaga. Despedido pouco tempo depois de chegar à Andaluzia, Jesualdo acabou por continuar a carreira na Liga Grega onde, como se sabe, o treinador português é muito apreciado. Menos de dois anos em solo helvético, ao comando do Panathinaikos, e nenhum título.
 

Regresso a Portugal de Jesualdo ressuscitou duelo no derby de Lisboa

Em Dezembro de 2012, Jesualdo Ferreira regressou a Portugal, para o cargo de manager do Sporting CP. Só que, volvidos poucos dias, Franky Vercauteren acabou demitido pela direcção do clube leonino e Jesualdo assumiu a liderança da equipa para a segunda metade da temporada 2012-2013, que viria a tornar-se a pior de sempre da história do clube. Assim, a sorte ditou mais um duelo entre Jesualdo e Jesus no mês de Abril, a contar para o Campeonato. Não era um jogo qualquer mas sim o grande derby de Lisboa. Jesus acabou por sorrir no final, com a vitória por 2-0, golos de Salvio e Lima.
 
O regresso ao Minho marca o reeditar de um duelo Jesualdo-Jesus. De resto, este confronto já é um clássico do nosso futebol. 
VAVEL Logo