Um Natal com 3 líderes
Os três grandes repartem a liderança do campeonato. (Foto: LUSA)

Um Natal com 3 líderes

A 14ª jornada da Liga Zon Sagres ficou marcada pelo empate do Sporting frente ao Nacional da Madeira, que ditou a perda da liderança isolada do campeonato. Por sua vez, Porto e Benfica venceram os seus jogos e repartem agora a liderança da Liga com o Sporting, todos com 33 pontos. Na luta pela Liga Europa, o Guimarães mantém o 5º lugar e aproveitou o empate do Estoril para ficar a apenas 1 ponto dos canarinhos, que ocupam o 4º lugar da classificação. Em zona de despromoção encontramos o Olhanense e o Paços de Ferreira, ambos com 9 pontos.

francisco-dias
Francisco Dias

A última jornada do ano de 2013 relançou ainda mais a luta pelo título de campeão português: os três grandes estão neste momento empatados no topo da classificação com 33 pontos, e prometem lutar pelo título até ao fim.

33, a conta que os grandes fizeram

Em pleno estádio de Alvalade, o Sporting recebeu no passado sábado a equipa do Nacional e não foi além de um empate a zero. Na partida em que Rui Patrício cumpriu o 6º jogo sem sofrer golos, o melhor ataque do campeonato com 33 golos ficou pela primeira vez em branco, e nem mesmo o golo anulado a Slimani disfarçou a falta de eficácia dos leões ao longo dos 90 minutos. Com este nulo, os verdes e brancos somam 33 pontos e mantêm a liderança do campeonato, ainda que repartida com os rivais Benfica e Porto. Com o ponto conquistado frente ao Sporting, o Nacional mantem o 6º lugar da classificação com 21 pontos. Os alvinegros encontram-se a apenas dois pontos do 5º lugar e mantêm o objectivo de chegar à Liga Europa.

A equipa do Futebol Clube do Porto recebeu e venceu o Olhanense por 4-0, numa partida de sentido único, com destaque para a exibição de Carlos Eduardo, que se estreou a marcar, e para os tentos de Mangala, Herrera e do inevitável Jackson Martinez, que leva já 12 golos marcados no campeonato. Os comandados de Paulo Fonseca somam agora 33 pontos, com 29 golos marcados, e ocupam o 2º lugar em igualdade pontual com Sporting e Benfica. Com a goleada sofrida no Dragão, o Olhanense soma os mesmos nove pontos e ocupa o penúltimo lugar em igualdade com o Paços de Ferreira.

Por sua vez, o Benfica deslocou-se ao estádio do Bonfim e bateu o Vitória de Setúbal por 2-0. Os encarnados fizeram uma segunda parte consistente e marcaram por intermédio de Rodrigo e Lima. Este último leva já sete golos no campeonato e é o melhor marcador da equipa. No regresso de Jesus ao banco, destaque ainda para a estreia de Oblak, que aproveitou a lesão de Artur para fazer uma boa exibição frente aos sadinos. Apesar do desaire, o Setúbal encontra-se sete pontos acima da linha de água e ocupa um confortável 11º lugar com 16 pontos conquistados.

O desejado lugar europeu

Na tão equilibrada luta por um lugar na Liga Europa, o Estoril não foi além de um empate a zero frente ao Belenenses, numa partida que ficou marcada pela falta de eficácia dos canarinhos, que, apesar de terem dominado o encontro, não conseguiram concretizar qualquer oportunidade. O Guimarães por sua vez, aproveitou o deslize dos estorilistas e encontra-se agora a apenas um ponto dos homens da praia, no 4º lugar da liga com 24 pontos. Para se manter no 5º posto da classificação com 23 pontos, os vimaranenses tiveram de vencer a Académica de Coimbra por expressivos 3-0, com golos de Marco Matias, Barrientos e André André, dando continuidade ao bom trabalho desenvolvido pelo treinador Rui Vitória.

Ainda na corrida por um lugar europeu, Marítimo e Sporting de Braga abriram a jornada 14 e empataram a duas bolas, numa partida que ficou marcada por desacatos no final dos 90 minutos. Para os madeirenses marcaram Danilo Pereira e Derley, e o Marítimo leva já 9 golos na prova. Por sua vez, o Braga, depois de estar a perder por 2-0, conseguiu recuperar por intermédio de Alan e Pardo, repartindo os pontos no estádio dos Barreiros. Os bracarenses estão no 7º lugar com 19 pontos e encontram-se a quatro de chegar ao 5º. Os madeirenses estão em 10º, com 16 pontos, e estão também na luta por um lugar europeu.

Arouca respira e afunda Olhanense e Paços

Na luta pela permanência, o destaque vai para o regresso às vitórias do Arouca, que foi a Barcelos derrotar o Gil Vicente por expressivos 0-3. Relevo para Claro, que bisou na partida e ainda para Roberto, que fez o resultado final. O Arouca ascende à 14ª posição do campeonato com 12 pontos e deixa assim a zona de despromoção. Por sua vez, o Paços de Ferreira não foi além de um empate a zero frente ao Rio Ave, e mantém a última posição do campeonato com 9 pontos, os mesmos do Olhanense, que se encontra na 15ª posição da Liga Zon Sagres.

VAVEL Logo